quinta-feira, 28 de setembro de 2017

FAMÍLIA

Pelo Espírito Emmanuel
"Há, pois, duas espécies de família: as famílias pelos laços espirituais e as famílias pelos laços corporais. Duráveis, as primeiras se fortalecem pela purificação e se perpetuam no mundo dos Espíritos, através das várias migrações da alma; as segundas, frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo e, muitas vezes, se dissolvem moralmente, já na existência atual." (Do item 8, no Cap. XIV, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".)
De todas as associações existentes na Terra excetuando naturalmente a Humanidade - nenhuma talvez mais importante em sua função educadora e regenerativa: a constituição da família.
De semelhante agremiação, na qual dois seres se conjugam, atendendo aos vínculos do afeto, surge o lar, garantindo os alicerces da civilização.
Através do casal, aí estabelecido, funciona o princípio da reencarnação, consoante as Leis Divinas, possibilitando o trabalho executivo dos mais elevados programas de ação do Mundo Espiritual.
Por intermédio da paternidade e da maternidade, o homem e a mulher adquirem mais amplos créditos da Vida Superior.
Daí, as fontes de alegria que se lhes rebentam do ser com as tarefas da procriação.
Os filhos são liames de amor conscientizado que lhes granjeiam proteção mais extensa do Mundo Maior, de vez que todos nós integramos grupos afins.
Na arena terrestre, é justo que determinada criatura se faça assistida por outras que lhe respiram a mesma faixa de interesse afetivo. De modo idêntico, é natural que as inteligências domiciliadas nas Esferas Superiores se consagrem a resguardar e guiar aqueles companheiros de experiência, volvidos à reencarnação para fins de progresso e burilamento.
A parentela no Planeta faz-se filtro da família espiritual sediada além da existência física, mantendo os laços preexistentes entre aqueles que lhe comungam o clima.
Arraigada nas vidas passadas de todos aqueles que a compõem, a família terrestre é formada, assim, de agentes diversos, porquanto nela se reencontram, comumente, afetos e desafetos, amigos e inimigos. Para os ajustes e reajustes indispensáveis, ante as leis do destino.
Apesar disso, importa reconhecer que o clã familiar evolve incessantemente para mais amplos conceitos de vivência coletiva, sob os ditames do aperfeiçoamento geral, conquanto se erija sempre em educandário valioso da alma.
Temos, dessa forma, no instituto doméstico uma organização de origem divina, em cujo seio encontramos os instrumentos necessários ao nosso próprio aprimoramento para a edificação do Mundo Melhor.🔵
__________________________________________________
(Do livro 'Vida e Sexo', de Emmanuel, psicografado por
Francisco Cândido Xavier, 20ª ed. FEB.1970.Lição nº 2. págs.13/15.)
Imagem: www.google.com. Acesso em:16/setembro/2011.
Formatação atualizada em 28.09.2017. Destaques do Blog.

CODIFICAÇÃO KARDEQUIANA

O CODIFICADOR DO ESPIRITISMO

Hippolyte León Denizard Rivail
Allan Kardec - 1804 - 1869

"O trabalho de Allan Kardec não foi somente o de codificar os ensinos dos Espíritos; é preciso enfatizar a sua condição de autor, ou co-autor, da Codificação Espírita. A elaboração do Espiritismo expressa o pensamento de Kardec e da Falange do Espírito de Verdade, pois sabemos que Espíritos Superiores têm uma sintonia e interação tão perfeitas que podem falar uns com os outros."
(SCHUBERT, Suely Caldas. Entrevistando Allan Kardec.)
http://www.febnet.org.br/: Acesso em: 30/SET/2010.
ESPIRITISMO
"É a ciência nova que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo." (Allan Kardec - 'O Evangelho Segundo o Espiritismo')  [CONTINUA...]


----------------------------------------------------------------------------
LEIA O TEXTO COMPLETO EM:
----------------------------------------------------------------

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

TERRA: TRANSIÇÃO EVOLUTIVA PARA MUNDO DE REGENERAÇÃO



Por Francisco de Assis Daher Pirola
'...A época atual é de transição; confundem-se os elementos das duas gerações. Colocados no ponto intermédio, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelos caracteres que lhes são peculiares...'
A transição ora vivida pela Terra, que está passando de "mundo de expiação e provas" para "mundo de regeneração", perdura na pauta de temas fervilhantes e continua provocando o interesse de adeptos das mais diversas vertentes do pensamento religioso, principalmente os espiritistas.
E os últimos acontecimentos, como desastres ecológicos, catástrofes, e outros que alcançam coletividades inteiras, com grande número de desencarnes, têm fomentado esse interesse.
Mas é preciso que se diga que tais acontecimentos, naturalmente associados à transição em curso, ocorre, segundo a Doutrina Espírita, porque os mundos também precisam evoluir, capacitando-se a receber as humanidades que também se renovam na sua caminhada evolutiva. (continua...)

-------------------------------------------------------------
Leia este texto na íntegra em:
----------------------------------------------

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

A PRECE DE CARITA - COMENTADA

Por Francisco de Assis Daher Pirola

EM TORNO DA PRECE DE CARITA
A Prece de Carita tem sido uma constante em minha vida. Posso ver, ainda, minha mãe, ao despertar, recitando, à meia voz, essa bela oração, que fez parte da minha infância, juventude e, ainda hoje, está entre as preces a que recorro nos mais diversos momentos. Por isso, desejei prestar uma homenagem a sua autora, o Espírito Carita, estudando o seu conteúdo, e, ao mesmo tempo, meditando no elevado sentido do seu belo enunciado. Deixo, aqui, também, a minha dedicatória aos meus queridíssimos e inesquecíveis pais (in memorian) - Alba Daher e Antônio Pirola - exemplos de amor e carinho, pela fé e intensidade espiritual com que cultivaram e nos ensinaram essa tocante oração.
1 - Origens da Prece

Conhecida no Brasil como “Prece de Cáritas”, esta oração, veio a lume no Natal de 1873, ditada pelo Espírito Carita por intermédio de Madame W. Krell, que atuava no círculo espírita de Bordeaux, França. Sua publicação deu-se, originalmente, na obra “Rayonnements de la Vie Spirituelle”, de sua autoria, na própria Bordeaux, em maio de 1875. (continua...)
🔹
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Leia a íntegra desta prece em:
.------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

SAUDANDO A PRIMAVERA!


A LENDA DA ROSA

Pelo Espírito Maria Dolores


Dizem que quando a Terra começava
A ser habitação de forças vivas,
Nas telas primitivas,
Tudo passara a ser agitação de festa;
As cidades nasciam
Em singelas aldeias na floresta...
A beleza imperava,
O verde resplendia,
Toda a vegetação se espalhava e crescia,
Dando refúgio e proteção
Aos animais,
Do mais fraco ao mais forte...

O progresso ganhava as marcas de alto porte.

No campo, as plantas todas
Respiravam felizes,
Da folhagem no vento à calma das raízes;
Era um mundo de belos resplendores,
Adornados de flores,
Com uma exceção.

Tão-somente, o espinheiro,

Era triste e sozinho
Uma espécie de monstro no caminho,
De que ninguém se aproximava,
Todo feito de pontas agressivas,
Recordando punhais de traiçoeiro corte,
Que anunciavam a dor e feridas de morte.

De tanto padecer desprezo e solidão,

Um dia, o espinheiral,
Fitou o Azul Imenso e disse em oração:
- Senhor, que fiz de mal
Para ser espancado e escarnecido,
Todos me evitam cautelosamente
Como se eu não devesse haver nascido...

Compadece-te, oh ! Pai, da penúria que trago,

Terei culpa das garras que me destes?
Acendes astros mil para a noite celeste,
Vestes a madrugada de mantilhas vermelhas,
Dás lãs para as ovelhas,
Inteligência aos cães, cântico às aves,
Estendeste no chão a bondade das fontes
Que deslizam suaves

Na força universal com que desdobras,

A amplitude sem fim dos horizontes,
Em cujo místico esplendor
Falas de majestade, paz e amor...

Não me abandones, Pai, às pedras dos caminhos,

Se posso, não desejo,
Oferecer espinhos...
Quero servir-te à obra, aspiro a ser perfume,
Inspiração e cor, harmonia e beleza,
Para falar de ti nas leis da Natureza.

Dizem que Deus ouviu a inesperada prece

E notando a humildade e a contrição do espinheiro,
Mandou que, à noite, o orvalho lhe trouxesse
Um prodígio imortal.

Na seguinte manhã, logo após a alvorada,

Por entre exalações maravilhosas,
O homem descobriu, de alma encantada,
Que Deus para mostrar-se
O Pai e o Companheiro,
Atendendo a oração pusera no espinheiro...
A primeira das rosas.🔸

_______________________________
(Psicografia de Francisco Cândido Xavier)
Imagem: www.google.com . Acesso em: 23/1outubro/2010.
Formatação atualizada em:20/setembro/2017.

domingo, 17 de setembro de 2017

SOME DEFINITIONS


Dictated by the spirit André Luiz

A benefactor is one who helps and goes on his way.
A friend is one who aids in silence.
A companion is one who cooperates without making us feel uneasy.
A reformer is one who restores himself to the ways of goodness.
A strong person is one who knows how to wait within the task of peaceful work.
An enlightened person is one who knows himself.
Brave person is —one who fears nothing in himself.
A defender is one who cooperates without causing confusion.
An efficient person is one who acts for the benefit of all.
A winner is one who conquers himself.🔵

__________________
("CHRISTIAN AGENDA. Dictated by the spirit André Luiz to Fransisco Cândido Xavier Published by: ALLAN KARDEC PUBLISHING LTD - 71 The Grove, Ealing Broadway - LONDON – W51 5 LL - Great Britain. Original Portuguese Copyright held by the: FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Rio de Janeiro, Brasil 1at Publication 1948English translation copyrights held by1st Edition - ©Copyright 1970, by Christian Spirit Center, USA. 2nd Edition (Revised) - ©Copyright 1988, by Christian Spirit Center, USA. 3rd Edition (Complete Revision) - ©Copyright 1998, by ALLAN KARDEC PUBLISHING LTD, UK ISBN 1 898675 01 5All rights reserved Printed by: Clifford Frost Limited Lyon Road, Windsor Avenue, Wimbledon, London – SW19 2 SE, Great Britain.).

Formatação atualizada em: 14/setembro/2017.

OS BONS ESPÍRITAS

Codificação Kardequiana

'...Aquele que pode ser, com razão, qualificado de espírita verdadeiro e sincero, se acha em grau superior de adiantamento moral. O Espírito, que nele domina de modo mais completo a matéria, dá-lhe uma percepção mais clara do futuro; os princípios da Doutrina lhe fazem vibrar fibras que nos outros se conservam inertes. Em suma: é tocado no coração, pelo que inabalável se lhe torna a fé. Um é qual músico que alguns acordes bastam para comover, ao passo que outro apenas ouve sons.
Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más. Enquanto um se contenta com o seu horizonte limitado, outro, que apreende alguma coisa de melhor, se esforça por desligar-se dele e sempre o consegue, se tem firme a vontade.' 🔵

_________________________
(De "O Evangelho Segundo o Espiritismo",
de Allan Kardec,  Cap. XVII - item 4.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 20/maio/2012.
(grifamos)
Formatação atualizada em: 12/setembro/2017.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

LA MISIO DE ESPERANTO

Emmanuel (Spirito)

Dum la multnombraj aliformiĝoj de la mondo, ne malmultaj estas la centroj, kiuj sin instalas nun sur la Tero, celante starigi la estontecon de la homaro. Se ĉie ni konstatas la disfalon de la homaj konstruaĵoj, renovigantan la vojon de l’ civilizacio, ni rigardas ankaŭ tiujn armeojn da laboristoj por la konstruaĵoj de l’ estonteco, kvazaŭ konstruantoj de nova mondo, dissemitaj sur la teraj vojoj, sed klopodantaj por rektigi iliajn direktojn.

Estas tiuj ja la laboristoj de la Dia progreso, firme tenantaj en la manoj la potencan pioĉon de la fido super ĉio al Tiu, Kiu estas la lumo de niaj destinoj. En la amaso de tiu preparado de renovigaj energioj celantaj la venontan jarmilon, mi deziras mencii Esperanton, fratece ĉirkaŭprenante nian fraton, kiu fariĝis sincera proklamanto de ĝia afero, en obeo al la Dia determinismo de l’ taskoj ricevitaj en la lumo de l’ spirita mondo.

Jesuo deklaris, ke Li ne venis sur nian planedon por detrui la Leĝon, same kiel Spiritismo en sia formo de Konsolanto ne starigis sin por elpeli la ekzistantajn religiojn. La Majstro venis por plenumi la principojn de la Leĝo tiel same kiel la konsolanta Doktrino venas por restarigi la Veron kaj reenkonduki la esperon en la korojn en tiu ĉi terura tempo por la mondo, kiam ĉiuj ties moralaj valoroj estas ĝisfundamente en danĝero antaŭ la doktrinoj de l’ perforto, kiuj ebriigis la cerbon de l’ nuntempa civilizacio, kiel maldolĉa veneno pereiganta la energion de maljuniĝinta korpo.

Esperanto ankaŭ ne venis, amikoj, por detrui la lingvojn uzatajn en la mondo en la interŝanĝado de la pensoj. Ĝia Misio estas la alta tasko de unuigo kaj kunfratigo, celante la universalan unuecon. Ĝia principo estas konkordo kaj ĝiaj apostoloj estas egale laborkunuloj de ĉiuj, kiuj sinoferadis por la dia idealo de l’ homa solidareco, ĉu en ĉi tiuj, ĉu en aliaj cirkonstancoj.

La Helpa Lingvo estas unu el la plej fortaj vokoj al frateco ankoraŭ aŭdataj sur nia planedo malriĉiĝinta je spiritaj valoroj, en la nuna momento de apartigemo, de aŭtarkio, de kolektiva egoismo, de falsita naciismo.

La ekzemplo de l’ moderna Eŭropo donas al ni ideon pri tiu dolora situacio: Ĉiuj popoloj havas entuziasmajn advokatojn, kiuj per varmegaj paroladoj pravigas tiun aŭ alian decidon de siaj registaroj. La nacioj estas grandaj tribunoj, kie ĉiu parolas pri si mem kaj humiligas la laborojn de sia frato. Oni protektas ĉiun politikan krimon, se ĝi nur estas farita interne de la landlimoj. Tamen la granda Eŭropo, tiu patrina noblega estaĵo, kiu kunlaboris por la homa perfektigo, kiu instruis kaj edukis, altigante la spiriton de la mondo, tiu havas neniun advokaton, posedas neniun voĉon por aŭdigi la ĝemojn de sia disŝirita koro, ĉar la landlimoj apartigis ĉiujn ĝiajn infanojn per dikaj muroj el sablo kaj ŝtalo, ĝin transformante entiun dezerton malĝojigan por la koroj, kie ne ekzistas la fonto de amo por refortigi la animojn.

Ja, en la nuna tempo Esperanto estas forto promesanta unuigon kaj harmonion, ĉar ĝi faciligas la interŝanĝon de la universalaj valoroj. Ĉu revo? Ĉu propagando nur per parolo? Ĉu nova movado por starigi ekonomian profiton? Ĉiuj tiuj ĉi supozoj povos esti eldirataj de malatentaj spiritoj; sed nur de l’ malatentaj, kiuj atendas la ĝeneralan aliĝon por poste eldiri sian senĝenan elekton. Tamen tiuj, kiuj serĉas la lumon de la sincereco por ekzameni ĉiujn aferojn, tiuj scipovos trovi en la esperantista movado tiun renovigan lumon, kiu en sanktaj efektivigoj, jam nun, heligos pli malfrue la ideojn de la mondo, elstarigante la noblecon de ĝiaj principoj direktataj de tiu frateca sento, kiu venas el la Dia penso de Jesuo por ĉiuj verkoj de l’ homa evoluado.

Esperanto estas leciono de l’ frateco. Ni lernu ĝin por esplori sur la Tero la penson de la suferantoj kaj laborantoj sur aliaj kampoj. En laŭvorta senco mi diras: “ni lernu ĝin”, ĉar ni ankaŭ estas viaj laborkunuloj, kiuj jam akiris la esprimon de l’ universala penso, kaj al vi deziras tiun saman spiritan bonon, por ke tiamaniere ni organizadu sur la Tero la plej efikajn movadojn por unuecigo.

Dio estas adorata de la homoj tra multnombraj lingvoj, kiuj estas la sektoj kaj la religioj, ĉiuj celantaj la mirindan bonon de l’ esenca unueco. Ni kopiu tiun saĝan klopodon de la Dia naturo kaj marŝu al la sintezo de la esprimo, malgraŭ la diverseco de l’ procedoj per kiuj vi esprimas viajn pensojn.

Tiu tuta penado apartenas al la justa frateco kaj nun, petegante al Jesuo, ke Li benu la laborojn kaj esperojn de nia ĉeestanta frato, sanktigante la penadon lian kaj de liaj laborkunuloj en la sama tasko, kiu estas al ili donita de la spiritaj potencoj, mi lasas al vi ĉiuj mian deziron de paco, esperante por ni ĉiuj, humilaj disĉiploj de la Kristo, la refortigantan benon de Lia amo.🔵
_____________________________

(*Psikografie skribita de la mediumo Francisco Cândido Xavier
la 19-an de Januaro 1940 en la brazila urbo Pedro Leopoldo kaj presita en la samjara
Februara numero de la revuo “Reformador”, oficiala organo de la Brazila Spiritisma Federacio.)
Imagem: Disponível em: http://www.google.com/. Acesso em: 10/set/2010.
Formatação atualizada em: 14/setembro/2017.

"MEMÓRIAS DE UM SUICIDA"

A introdução, escrita por Yvonne Pereira, traz a data de 18 de maio de 1954. A obra passou por uma revisão, feita pelo Espírito Léon Denis (Prefácio da 2ª edição, abril de 1957).

"Com orientação do Espírito Léon Denis, o autor espiritual Camilo Castelo Branco, sob o pseudônimo Camilo Cândido Botelho, descreve à médium Yvonne A. Pereira sua dolorosa experiência após a desencarnação pelo suicidio. Com valiosos ensinamentos, o livro mostra a grandeza da Misericórdia divina para com os suicidas arrependidos, trazendo-lhes a oportunidade de conhecer o Universo e a vida em sua integral dimensão. A gênese planetária, a evolução do ser, a imortalidade da alma, a moral cristã e outros temas relevantes são estudados para a compreensão de que "nenhuma tentativa para o reerguimento moral será eficiente se continuarmos presos à ignorância de nós mesmos". A leitura completa da obra mostra que há um caminho de reconstrução para os arrependidos. Há sempre esperança, porquanto a reabilitação é possível." (3)
🔹
"Sucumbindo ao suicídio o homem rejeita e destrói ensejo sagrado, facultado por lei, para a conquista de situações honrosas e dignificantes para a própria consciência, pois os sofrimentos, quando heroicamente suportados, dominados pela vontade soberana de vencer, são como esponja mágica a expungir da consciência culposa a caligem infamante, muitas vezes, de um passado criminoso, em anteriores etapas terrenas. Mas, se, em vez do heroísmo salvador, preferir o homem a fuga às labutas promissoras, valendo-se de um auto-atentado que bem revelará a vasa de inferioridade que lhe infelicita o caráter, retardará o momento almejado para a satisfação dos mais caros desejos, visto que jamais se poderá destruir porque a fonte de sua Vida reside em seu Espírito e este é indestrutível e eterno como o Foco Sagrado de que descendeu!" (1)
🔹
"O estado indefinível, de angústia inconsolável, de inquietação aflitiva e tristeza e insatisfações permanentes; as situações anormais que se decalcam e sucedem na alma, na mente e na vida de um suicida reencarnado, indescritíveis à compreensão humana e só assimiláveis por ele mesmo, somente lhe permitirão o retorno à normalidade ao findar das causas que as provocaram, após existências expiatórias, testemunhos severos onde seus valores morais serão duramente comprovados, acompanhando-se de lágrimas ininterruptas, realizações nobilitantes, renúncias dolorosas de que se não poderá isentar... podendo tão dificultoso labor dele exigir a perseverança de um século de lutas, de dois séculos... talvez mais... tais sejam o grau dos próprios deméritos e as disposições para as refregas justas e inalienáveis!"(2)🔵
___________________________
(1) Espírito Camilo Castelo Branco, em "Memórias de um Suicida". 8ª ed. 1979. FEB. Cap. V. item 7. páginas 131/135.)
(2) Espírito Camilo Castelo Branco, em "Memórias de um Suicida". 8ª ed. 1979. FEB. Cap. V. item 11. páginas 131/135.)
(3) Sinopse/ Imagem: Livraria Virtual - Portal FEB (http://www.febnet.org.br/site/). Acesso em: 23/maio/2013.
Destaques: pelo editor do Blog.
Formatação atualizada em: 01/setembro/2016.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

PARA OS MONTES

Pelo Espírito Emmanuel

'...É indispensável manter-se o discípulo do bem nas alturas espirituais, sem abandonar a cooperação elevada que o Senhor exemplificou na Terra...' 

"Referindo-se aos instantes dolorosos que assinalariam a renovação planetária, aconselhou o Mestre aos que estivessem na Judéia procurar os montes. A advertência é profunda, porque, pelo termo “Judéia”, devemos tomar a “região espiritual” de quantos, pelas aspirações íntimas, se aproximem do Mestre para a suprema iluminação.

E a atualidade da Terra é dos mais fortes quadros nesse gênero. Em todos os recantos, estabelecem-se lutas e ruínas. Venenos mortíferos são inoculados pela política inconsciente nas massas populares. A baixada está repleta de nevoeiros tremendos. Os lugares santos permanecem cheios de trevas abomináveis. Alguns homens caminham ao sinistro clarão de incêndios. Aduba-se o chão com sangue e lágrimas, para a semeadura do porvir.

É chegado o instante de se retirarem os que permanecem na Judéia [pelo termo “Judéia”, devemos tomar a “região espiritual”] para os “montes” das idéias superiores.

É indispensável manter-se o discípulo do bem nas alturas espirituais, sem abandonar a cooperação elevada que o Senhor exemplificou na Terra; que aí consolide a sua posição de colaborador fiel, invencível na paz e na esperança, convicto de que, após a passagem dos homens da perturbação, portadores de destroços e lágrimas, são os filhos do trabalho que semeiam a alegria, de novo, e reconstroem o edifício da vida."🔵

“Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes.” - Jesus.
(MATEUS, capítulo 24, versículo 16.)
________________________
(Do livro “Caminho, Verdade e Vida”, de Emmanuel,
psicografado por Chico Xavier. 14ª ed. FEB. 1990. Lição nº 140.)
Formatação atualizada em: 25/julho/2014. Destaques: pelo Editor do Blog.
Imagem: www.google.com. Acesso em:31/agosto/2013.
Formatação atualizada em:12/setembro/2017.

DERROTAS

Pelo Espírito Anderson
(Nova Iorque, N. I., E. U. A , 6 Julho, 1965.)
'... Somos pecadores. O Cristo sabe de nossas fraquezas. Com a luz do seu amor, Jesus nos elimina os temores e as aflições. Em nosso próprio interesse, devemos ouvi-lo...'
Que estamos fazendo do Evangelho?
O discípulo deve examinar sua própria consciência. Cuidemos dos nossos pensamentos. Devemos ser honestos com nós mesmos. Às vezes, dispomo-nos a trabalhar sem confiança ou a confiar sem trabalho. Que espécie de amigos de Jesus somos nós? De uma forma ou de outra, desejamos realmente cooperar com Jesus na sua obra? Façamo-lo agora mesmo.
Somos pecadores. O Cristo sabe de nossas fraquezas. Com a luz do seu amor, Jesus nos elimina os temores e as aflições. Em nosso próprio interesse, devemos ouvi-lo. O discípulo do Evangelho torna-se um com o Mestre. Cada qual de nós pode, em seu próprio coração, ser um relicário dentro de si mesmo, iluminado pela verdade divina. Às vezes, não podemos remover as circunstâncias e tentações sob as quais nossas tarefas devem ser realizadas, mas Jesus pode fazê-lo.
Porque procurarmos retirar a força do nosso Salvador de dentro de nós? O assunto nos faz lembrar as palavras de Paulo: “Vossa vida está oculta com o Cristo em Deus.”
Muitas vezes, somos derrotados. Mas o Cristo nos dá forças para sermos uma nova espécie de pessoa. Devemos ser pacientes em todas as tribulações. A fé resulta da confiança diuturna. Estamos na companhia do Cristo, caminhando das trevas para a luz.🔵

“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.
- Paulo (Romanos, 12:21)
________________________
(Do livro “Entre irmãos de outras terras". Autores Diversos.
Psicografias de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira.
1ª Ed. FEB. 1966. Lição nº 34 [psicografia de Francisco C. Xavier]. II parte. p.114/115.)
Imagem: Acesso em: 14/novembro/2012.
Formatação atualizada em: 12/setembro/2017.

O SERVIDOR NEGLIGENTE

Pelo Espírito Neio Lúcio


'...Quem não zela atentamente no “pouco” de que dispõe, não é digno de receber o “muito...'




À porta de grande carpintaria, chegou um rapaz, de caixa às costas, à procura de emprego.
Parecia humilde e educado.
O diretor da instituição compareceu, atencioso, para atendê-lo.
— Tem serviço com que me possa favorecer? — indagou o jovem, respeitoso, depois das saudações habituais.
— As tarefas são muitas — elucidou o chefe.
— Oh! por favor! — tornou o interessado — meus velhos pais necessitam de amparo. Tenho batido, em vão, à porta de várias oficinas. Ninguém me socorre. Contentar-me-ei com salário reduzido e aceitarei o horário que desejar.
O diretor, muito calmo, acentuou:
—Trabalho não falta...
E, enquanto o candidato mostrava um sorriso de esperança, acrescentou:
—Traz suas ferramentas em ordem?
—Perfeitamente — respondeu o interpelado.
—Vejamo-las.
O moço abriu a caixa que trazia. Metia pena reparar-lhe os instrumentos.
A enxó se achava deformada pela ferrugem grossa.
O serrote mostrava vários dentes quebrados.
O martelo tinha cabo incompleto.
O alicate estava francamente desconjuntado.
Diversos formões não atenderiam a qualquer apelo de serviço, tal a imperfeição que apresentavam seus gumes.
Poeira espessa recobria todos os objetos. O dirigente da oficina observou... observou... e disse, desencantado:
—Para o senhor, não temos qualquer trabalho.
— Oh! porquê? — interrogou o rapaz, em tom de súplica.
O diretor esclareceu, sem azedume:
—Se o senhor não tem cuidado com as ferramentas que lhe pertencem, como preservará nossas máquinas?  Se é indiferente naquilo em que deve sentir-se honrado, chegará a ser útil aos interesses alheios? Quem não zela atentamente no “pouco” de que dispõe, não é digno de receber o “muito”. Aprenda a cuidar das coisas aparentemente sem importância. Pelas amostras, grandes negócios se realizam neste mundo e o menosprezo para consigo é indesejável mostruário de sua indiferença perniciosa. Aproveite a experiência e volte mais tarde.
Não valeram petitórios do moço necessitado.
Foi compelido a retirar-se, em grande abatimento, guardando a dura lição.
Assim também acontece no caminho comum.
Quem deseja o corpo iluminado e glorioso na espiritualidade, além da morte, cuide respeitosamente do corpo físico.
Quem aspira à companhia dos anjos, mostre boas maneiras, boas palavras e boas ações aos vizinhos.
Quem espera a colheita de alegrias no futuro, aproveite a hora presente, na sementeira do bem.
E quantos sonharem com o Céu tratem de fazer um caminho de elevação na Terra mesma.🔵
__________________________________
(Do livro “Alvorada Cristã”, do Espírito Neio Lúcio,
psicografado por Chico Xavier, 10ª Ed., FEB, 1991, lição nº 13.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 22/junho/2014.
Formatação atualizada em: 12/setembro/2017.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

BRILHE VOSSA LUZ

Pelo Espírito Emmanuel

'... O Evangelho é o Sol da
Imortalidade que o Espiritismo reflete, com sabedoria, para a atualidade do mundo...'

Meu amigo, no vasto caminho da Terra, cada criatura procura o alimento espiritual que lhe corresponde à posição evolutiva.

A abelha suga a flor, o abutre reclama despojos, o homem busca emoções. Mas ainda mesmo no terreno das emoções, cada espírito exige tipos especiais.

Há sofredores inveterados que outra coisa não demandam além do sofrimento, pessimistas que se enclausuram em nuvens negras, atendendo a propósito deliberado, durante séculos. Suprem a mente de torturas contínuas e não pretendem construir senão a piedade alheia, sob a qual se com prazem.

Temos os ironistas e caçadores de gargalhadas que apenas solicitam motivos para o sarcasmo de que se alimentam.

Observamos os discutidores que devoram páginas respeitáveis, com o único objetivo de recolher contradições para sustentarem polêmicas infindáveis.

Reparamos os temperamentos enfermiços que sorvem tóxicos intelectuais, através de livros menos dignos, com a incompreensível alegria de quem traga envenenado licor.

Nos variados climas do mundo, há quem se nutra de tristeza, de insulamento, de prazer barato, de revolta, de conflitos, de cálculos, de aflições, de mentiras...

O discípulo de Jesus, porém - aquele homem que já se entediou das substâncias deterioradas da experiência transitória -, pede a luz da sabedoria, a fim de aprender a semear o amor em companhia do Mestre...

Para os companheiros que esperam a vida renovada em Cristo, famintos de claridade eterna, foram escritas as páginas deste livro despretensioso.

Dentro dele, não há palavras de revelação sibilina.

Traduz, simplesmente, um esforço para que nos integremos no Evangelho, celeiro divino do nosso pão de imortalidade.

Não é exortação, nem profecia. É apenas convite. Convite ao trabalho santificante, planificado no Código do Amor Divino.

Se a candeia ilumina, queimando o próprio óleo, se a lâmpada resplende, consumindo a energia que a usina lhe fornece, ofereçamos a instrumentalidade de nossa vida aos imperativos da perfeição, para que o ensinamento do Senhor se revele, por nosso intermédio, aclarando a senda de nossos semelhantes.

O Evangelho é o Sol da Imortalidade que o Espiritismo reflete, com sabedoria, para a atualidade do mundo.

Brilhe vossa luz! - proclamou o Mestre.

Procuremos brilhar! - repetimos nós.🔵
____________________________
(Do livro "Vinha de Luz", de Emmanuel, psicografado por Chico Xavier
 - Edição Internet baseada na  14ª edição. FEB.)
Imagem: www.google.com. Acesso em:16/setembro/2011.
Destaques: pelo editor do Blog.
Formatação atualizada em:02/setembro/2017.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

O PIRILAMPO

Pelo Espírito Emmanuel

Nunca te afirme imprestável.

Num aldeamento de colonização, surgiu um químico dedicado à fabricação de remédios pesquisando as qualidades de certo arbusto que existia unicamente em cavernas.
Detendo informe de antigos habitantes da região, muniu-se de lâmpada elétrica, vela e fósforos para descer aos escaninhos de grande furna.
O homem começou a distanciar-se da luz do sol e porque a sombra se condenasse, acendeu a lâmpada desdobrando uma corda que, na corda, lhe orientasse o caminho.
A breves instantes, porém, as pilhas se esgotaram. Recorreu aos fósforos e inflamou a vela, entretanto, a vela se derreteu e os fósforos foram gastos inteiramente, sem que ele atingisse o que desejava.
Dispunha-se ao regresso, quando viu em pequeno recôncavo do espaço estreito e escuro o brilho intermitente de um pirilampo.
Aproximou-se curioso e, à frente dessa luz, achou a planta que buscava, com enorme proveito na tarefa a que se propunha.
Anotemos a conclusão.
Quem não pode ser a luz solar, terá possivelmente o clarão da lâmpada.
Quem não consegue ser a lâmpada terá consigo o valor da uma vela acesa ou de um fósforo chamejante.
E quem não disponha de meios a fim de substituir a vela e o fósforo, trará sem dúvida, o brilho de um pirilampo.🔵
______________________________________________________
Da obra “Recados Do Além” – Espírito: Emmanuel – 
Psicografia: Francisco Cândido Xavier.
Disponível em: http://www.universoespirita.org.br/. Acesso em: 31.05.2011,
Imagem: http://www.google.com/. Acesso em:23/agosto/2013.
Destaques: pelo Editor do Blog.
Formatação atualizada em:03/setembro/2017.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

CONVITE AO BEM

Pelo Espírito Emmanuel
'... No Evangelho de Jesus, o convite ao bem reveste-se de claridades eternas. Atendendo-o, poderemos seguir ao encontro de Nosso Pai, sem hesitações...'
Em todas as épocas, o bem constitui a fonte divina, suscetível de fornecer-nos valores imortais.
O homem de reflexão terá observado que todo o período infantil é conjunto de apelos ao sublime manancial.
O convite sagrado é repetido, anos a fio. Vem através dos amorosos pais humanos, dos mentores escolares, da leitura salutar, do sentimento religioso, dos amigos comuns.
Entretanto, raras inteligências atingem a juventude, de atenção fixa no chamamento elevado.
Quase toda gente ouve as requisições da natureza inferior, olvidando deveres preciosos.
Os apelos, todavia, continuam...
Aqui, é um livro amigo, revelando a verdade em silêncio; ali, é um companheiro generoso que insiste em favor das realidades luminosas da vida...
A rebeldia, porém, ainda mesmo em plena madureza do homem, costuma rir inconscientemente, passando, todavia, em marcha compulsória, na direção dos desencantos naturais, que lhe impõem mais equilibrados pensamentos.
No Evangelho de Jesus, o convite ao bem reveste-se de claridades eternas. Atendendo-o, poderemos seguir ao encontro de Nosso Pai, sem hesitações.
Se o clarim cristão já te alcançou os ouvidos, aceita-lhe as clarinadas sem vacilar.
Não esperes pelo aguilhão da necessidade.
Sob a tormenta, é cada vez mais difícil a visão do porto.🔹

“Mas, quando fores convidado, vai.” – Jesus. (Lucas, 14:10.)
🔵

______________________________
(Do livro "Pão Nosso", de Emmanuel, psicografado por Chico Xavier.
Lição n° 39. 16ª Ed. FEB. 1994.).
Imagem: www.google.com . Acesso em: 08/dezembro/2011.
Destaques pelo editor do Blog.
Formatação atualizada em 03/setembro/2017.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

SOCORRE A TI MESMO

Pelo Espírito Emmanuel
'...Consagra-te à própria cura, mas não esqueças a pregação do Reino Divino aos teus órgãos...'
Cura a catarata e a conjuntivite, mas corrige a visão espiritual de teus olhos.
Defende-te contra a surdez, entretanto, retifica o teu modo de registrar as vozes e solicitações variadas que te procuram.
Medica a arritmia e a dispnéia, contudo, não entregues o coração à impulsividade arrasadora.
Combate a neurastenia e o esgotamento, no entanto, cuida de reajustar as emoções e tendências.
Persegue a gastralgia, mas educa teus apetites à mesa.
Melhora as condições do sangue, todavia, não o sobrecarregues com os resíduos de prazeres inferiores.
Guerreia a hepatite, entretanto, livra o fígado dos excessos em que te comprazes.
Remove os perigos da uremia, contudo, não sufoques os rins com os venenos de taças brilhantes.
Desloca o reumatismo dos membros, reparando, porém, o que fazes com teus pés, braços e mãos.
Sana os desacertos cerebrais que te ameaçam, todavia, aprende a guardar a mente no idealismo superior e nos atos nobres.
Consagra-te à própria cura, mas não esqueças a pregação do Reino Divino aos teus órgãos.
Eles são vivos e educáveis. Sem que teu pensamento se purifique e sem que a tua vontade comande o barco do organismo para o bem, a intervenção dos remédios humanos não passará de medida em trânsito para a inutilidade.🔵

“Pregando o Evangelho do reino e curando todas as enfermidades.”
– (Mateus, 9:35.)
_____________________
Imagem: www.google.com. Acesso em:
Formataçao atualizada em: 03/setembro/2017.

domingo, 3 de setembro de 2017

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Cristo Redentor - Rio de Janeiro - Brasil
"Há urgente necessidade de que a fé, a esperança e o otimismo renasçam nos corações."
"Irmãos queridos,
Diante dessa crise que se abate sobre nosso povo, face a essa onda de pessimismo que toma conta dos brasileiros, frente aos embates que o país atravessa, nós, os seus companheiros trazemos na noite de hoje a nossa mensagem de fé e de coragem e estímulo. Estamos irradiando-a para todas as reuniões mediúnicas que estão sendo realizadas neste instante, de norte a sul do Brasil...

Durante vários dias estaremos repetindo a nossa palavra, a fim de que maior número possível de médiuns possa captá-la. Cada um destes que sintonizar nesta faixa vibratória dará a sua interpretação, de acordo com o entendimento e a gradação que lhe forem peculiares.

Estamos convidando todos os espíritas para se engajarem nesta campanha.

Há urgente necessidade de que a fé, a esperança e o otimismo renasçam nos corações. A onda de pessimismo, de descrédito e de desalento é tão grande que, mesmo aqueles que estão bem intencionados e aspirando a realizar algo de construtivo e útil para o país, em qualquer nível, vêem-se tolhidos em seus propósitos, sufocados nos seus anseios, esbarrando em barreiras quase intransponíveis. (continua...)
🔷

Nota do Editor:
Mensagem do Espírito Eurípedes Barsanulfo, psicografada pela médium Suely Caldas Schubert em 14 de setembro de 1983, no Centro Espírita Ivon Costa, em Juiz de Fora, MG. De uma atualidade indiscutível, parece escrita para o momento. A força e a eloquência impressionantes do apelo nela contido nos leva não apenas a uma profunda meditação, como também nos impulsiona a uma ação imediata. Por isso, voltamos a destacá-la.


----------------------------------------------------------------------------
Leia, na íntegra, este belo texto, em:
Mensagem de Esperança
---------------------------------------------------------------
Formatação atualizada em 03/setembro/2017.