quarta-feira, 21 de junho de 2017

EFETIVAMENTE


Pelo Espírito André Luiz
Vigiar não é desconfiar.É acender a própria luz, ajudando os que se encontram nas sombras.
🔸 
Defender não é gritar.É prestar mais intenso serviço às causas e às pessoas.
🔸 
Ajudar não é impor.É amparar, substancialmente, sem pruridos de personalismo, para que o beneficiado cresça, se ilumine e seja feliz por si mesmo.
🔸 
Ensinar não é ferir.É orientar o próximo, amorosamente, para o reino da compreensão e da paz.
🔸 
Renovar não é destruir.É respeitar os fundamentos, restaurando as obras para o bem geral.
🔸 
Esclarecer não é discutir.É auxiliar, através do espírito de serviço e da boa vontade, o entendimento daquele que ignora.
🔸 
Amar não é desejar.É compreender sempre, dar de si mesmo, renunciar aos próprios caprichos e sacrificar-se para que a luz divina do verdadeiro amor resplandeça.🔵
_____________________________________
XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz. Lição nº 28. 45.ed. Rio [de Janeiro]:FEB,2012.
Imagem: www. google.com. Acesso em: 13/junho/2017.
Formatação atualizada em: 13/junho/2017.

terça-feira, 20 de junho de 2017

CARÁTER DA REVELAÇÃO ESPÍRITA

Allan Kardec
'...Pelo Espiritismo, o homem sabe donde vem, para onde vai, por que está na Terra, por que sofre temporariamente e vê por toda parte a justiça de Deus ...'
O Espiritismo, partindo das próprias palavras do Cristo, como este partiu das de Moisés, é conseqüência direta da sua doutrina. A idéia vaga da vida futura, acrescenta a revelação da existência do mundo invisível que nos rodela e povoa o espaço, e com isso precisa a crença, dá-lhe um corpo, uma consistência, uma realidade à idéia. Define os laços que unem a alma ao corpo e levanta o véu que ocultava aos homens os mistérios do nascimento e da morte. Pelo Espiritismo, o homem sabe donde vem, para onde vai, por que está na Terra, por que sofre temporariamente e vê por toda parte a justiça de Deus.

Sabe que a alma progride incessantemente, através de uma série de existências sucessivas, até atingir o grau de perfeição que a aproxima de Deus. Sabe que todas as almas, tendo um mesmo ponto de origem, são criadas iguais, com idêntica aptidão para progredir, em virtude do seu livre-arbítrio; que todas são da mesma essência e que não há entre elas diferença, senão quanto ao progresso realizado; que todas têm o mesmo destino e alcançarão a mesma meta, mais ou menos rapidamente, pelo trabalho e boa-vontade.

Sabe que não há criaturas deserdadas, nem mais favorecidas umas do que outras; que Deus a nenhuma criou privilegiada e dispensada do trabalho imposto às outras para progredirem; que não há seres perpetuamente votados ao mal e ao sofrimento; que os que se designam pelo nome de demônios são Espíritos ainda atrasados e imperfeitos, que praticam o mal no espaço, como o praticavam na Terra, mas que se adiantarão e aperfeiçoarão; que os anjos ou Espíritos puros não são seres à parte na criação, mas Espíritos que chegaram à meta, depois de terem percorrido a estrada do progresso; que, por essa forma, não há criações múltiplas, nem diferentes categorias entre os seres inteligentes, mas que toda a criação deriva da grande lei de unidade que rege o Universo e que todos os seres gravitam para um fim comum que é a perfeição, sem que uns sejam favorecidos à custa de outros, visto serem todos filhos das suas próprias obras.🔵

_____________________________________
De "A Gênese", de Allan Kardec, Cap. I, item 30.
Imagem: www.google.com. Acesso em: 24/novembro/2011.
Formatação atualizada em:13/junho/2017.

domingo, 18 de junho de 2017

VIVER É PRECISO!

Reflexões importantes sobre um dos mais graves problemas que assolam a Humanidade: o autoextermínio...
"Uma das mais funestas ilusões da criatura humana é supor que a morte do corpo aniquila a consciência da personalidade.

Julgando que a função intelectual é exclusiva da massa encefálica, e que a Alma ou Espírito não pode existir separadamente do corpo, muitos concluem que cortar o fio da vida material implica em extinguir para sempre a criatura, em dissolver na decomposição tumular todos os sentimentos e idéias que caracterizavam uma personalidade qualquer.

Esse é o terrível engano do suicida." (pág. 11) . "[...] O Espírito não se separa do corpo, porque a ruptura do laço que prende um ao outro só se opera - normalmente - quando o desprendimento se faz sem a arbitrária violência do ato suicida[...]". (pág. 13)🔵
___________________
(Do livro "O Martírio dos Suicidas" -
Almerindo Martins de Castro, págs.11 e 13, ed. FEB,)
Imagem: www.google.com . Acesso em:27/setembro/2011.
Formatação atualizada em: 26.01.2013.
---------------------------------------------------------------------------------
Leitura complementar:
-----------------------------------------------------------------------------------

A PORTA DIVINA

Pelo Espírito Emmanuel
'...Não nos esqueçamos de que Jesus é a única porta de verdadeira libertação...'
Nos caminhos da vida, cada companheiro portador de expressão intelectual um pouco mais alta converte-se naturalmente em voz imperiosa para os nossos ouvidos. E cada pessoa que segue à frente de nós abre portas ao nosso espírito.

Os inconformados abrem estradas à rebelião e à indisciplina.

Os velhacos oferecem passagem para o cativeiro em que exerçam dominação.

Os escritores de futilidades fornecem passaporte para a província do tempo perdido.

Os maledicentes encaminham quem os ouve a fontes envenenadas.

Os viciosos quebram as barreiras benéficas do respeito fraternal, desvendando despenhadeiros onde o perigo é incessante.

Os preguiçosos conduzem à guerra contra o trabalho construtivo.

Os perversos escancaram os precipícios do crime.

Ainda que não percebas, várias pessoas te abrem portas, cada dia, através da palavra falada ou escrita, da ação ou do exemplo.

Examina onde entras com o sagrado depósito da confiança. Muita vez, perderás longo tempo para retomar o caminho que te é próprio.

Não nos esqueçamos de que Jesus é a única porta de verdadeira libertação.

Através de muitas estações no campo da Humanidade, é provável recebamos proveitosas experiências, amealhando-as à custa de desenganos terríveis, mas só em Cristo, no clima sagrado de aplicação dos seus princípios, é possível encontrar a passagem abençoada de definitiva salvação.🔵

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á.” — Jesus.
(JOÃO, capítulo 10, versículo 9.)
🔹
___________________________________
(Do livro “Caminho, Verdade e Vida”, de Emmanuel,
psicografado por Chico Xavier, 14ª Ed. FEB. 1990. Lição nº 178.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 13/junho/2017.
Formatação atualizada em: 13/junho/2017.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

UM CONVITE A MAIS

Pelo Espírito Ivan de Albuquerque
'... Aproveitar cada hora da lida terrena, para semear no campo das almas uma única semente que seja de fraternidade, de bondade, de amizade...'
No momento presente, perante o desacato da Sombra frente aos esforços da Claridade, vimos convidar os amigos de boa vontade, dispostos ao serviço de renovação do planeta, a começar de si mesmos, para: 
Dedicar-se, com entusiasmo, ao imperativo de autoconhecer-se; 
Aproveitar cada hora da lida terrena, para semear no campo das almas uma única semente que seja de fraternidade, de bondade, de amizade; 
Não permitir que se passe cada dia sem uma pausa para aprofundar meditação sobre a vida que esteja levando, sobre o mal que tenha conseguido transformar em bem e a respeito do amor que, aos poucos, esteja implantando n'alma; 
Voltar-se, sem esmorecimento, para o aprimoramento dos próprios valores, dando-lhes sempre maior incremento, o que significa melhorar cada desempenho, seja no que for que conduza à vitória sobre si mesmo, sobre a ignorância que infelicita o mundo; 
Sentir-se sempre estimulado a impulsionar a vida para o alto, sem escandalizar-se com as aberrações em torno, mantendo a alegria de viver em cooperação com o Criador. 
Aquele que aceitar esse convite a mais que Jesus Cristo nos formula, guarde a certeza de que estará diminuindo as rudezas do caminho, melhorando os contatos celestes e, assim, candidatando-se a mensageiro de Deus entre os irmãos do mundo.🔵
_____________________
Mensagem psicografada pelo médium Raul Teixeira,
em 24.02.01, na Fazenda Recreio, em Pedreira-SP.
Disponível em: http://www.raulteixeira.com Acesso em:29/março/2010.
Imagem: www.google.com. Acesso em:13/junho/2017.
Destaques: pelo editor do Blog.
Formatação atualizada em: 13/junho/2017.
-------------------------------------------------------------------
Leia ainda:
--------------------------------------------------------

terça-feira, 13 de junho de 2017

INDICAÇÃO FRATERNA

Pelo Espírito Emmanuel
'...Oferece o melhor de ti aos que te compartilham a estrada, e, conservando a consciência tranquila, trabalha sempre...'
Este o caminho para o necessário burilamento: trabalhar, aprender, sofrer, dar presença e colaboração na Causa do Bem.
🔹
O amor encerra em si as leis do Universo e tudo o que fizermos contra o amor é algo que criamos contra nós mesmos. Aceita, desse modo, no sacrifício a mais alta norma de ação.

Não fujas dos encargos que a Sabedoria da Vida te entregou. Acima de tudo, promove-te, servindo mais.
🔹
O suor do trabalho confere experiência.
A lágrima da aflição acende a luz espiritual.
Quando a dor te visite, reflete-lhe a mensagem.Não há sofrimento sem significação.
Não fosse a prova e ninguém conseguiria entesourar compreensão e discernimento.
🔹
Nos dias de desacerto, ainda quando te reconheças na sombra do fracasso, levanta-te, reinicia a tarefa e contempla, de novo, a benção do Sol, na convicção de que o erro superado nos ensina indulgência, amolecendo-nos o coração, a fim de que venhamos a entender e desculpar as faltas possíveis dos semelhantes. Mesmo nas crises que te estrangulam a sensibilidade, sê fiel ao ideal de servir e não esmoreças.
🔹
Não espere por descanso eterno, quando não tiveres a paz dentro de ti.
🔹
Haja o que houver, não te interrompas, na tarefa da execução, para ouvir sarcasmo ou censura. Oferece o melhor de ti aos que te compartilham a estrada, e, conservando a consciência tranquila, trabalha sempre, lembrando, a cada momento, que, assim como o fruto fala da árvore, o serviço é a testemunha do servidor.🔵

“Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu...”
-PEDRO. (I Pedro, 4:10)
🔹
____________________________________
(XAVIER,Francisco C.Ceifa de luz.Pelo Espírito Emmanuel.
2.ed.3.imp.(Coleção Fonte Viva).Brasília:FEB,2011.cap.14.)
Imagem: www.morguefile.com. Acesso em: 18/novembro/2014.
Formatação atualizada em: 13/junho/2017.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

SUPERCULTURA E CALAMIDADES MORAIS

Pelo Espírito Emmanuel
'...Espíritas, amigos! Atendamos à caridade que suprime a penúria do corpo, mas não menosprezemos o socorro às necessidades da alma!...'
Não basta ajuntar valores materiais para garantia de felicidade.

A supercultura consegue atualmente na Terra feitos prodigiosos, em todos os reinos da Natureza física, desde o controle das forças atômicas às realizações da Astronáutica. No entanto, entre os povos mais adiantados do Planeta, avançam duas calamidades morais do materialismo, corrompendo-lhes as forças: o suicídio e a loucura, ou, mais propriamente a angústia e a obsessão.

É que o homem não se aprovisiona de reservas espirituais à custa de máquinas. Para suportar os atritos necessários à evolução e aos conflitos resultantes da luta regenerativa, precisa alimentar-se com recursos da alma e apoiar-se neles.

Nesse sentido, vale recordar o sensato comentário de Allan Kardec, no item 14, do Capítulo V, de “O Evangelho segundo o espiritismo”, sob a epígrafe “O Suicídio e a Loucura”:
“A calma e a resignação hauridas da maneira de considerar a vida terrestre e da confiança no futuro dão ao Espírito uma serenidade que é o melhor preservativo contra a loucura e o suicídio. Com efeito, é certo que a maioria dos casos de loucura se devem à comoção produzida pelas vicissitudes que o homem não tem a coragem de suportar. Ora, se encarando as coisas deste mundo, da maneira por que o Espiritismo faz que ele as considere, o homem recebe com indiferença, mesmo com alegria, os reveses e as decepções que o houveram desesperado noutras circunstâncias, evidente se torna que essa força, que o coloca acima dos acontecimentos, lhe preserva de abalos a razão, os quais, se não fora isso, o conturbariam”. 
Espíritas, amigos! Atendamos à caridade que suprime a penúria do corpo, mas não menosprezemos o socorro às necessidades da alma! Divulguemos a luz da Doutrina Espírita! Auxiliemos o próximo a discernir e pensar.
🔹
“Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado para quem será?”  – JESUS. (Lucas, 12:20).🔵
_____________________
(XAVIER,Francisco C.Ceifa de luz.Pelo Espírito Emmanuel.
2.ed.3.imp.(Coleção Fonte Viva).Brasília:FEB,2011.cap.37.)
Imagem:www.morguefile. Acesso em:21/novembro/2014.
Formatação atualizada em: 09/junho/2017.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

PENSE COM DETERMINAÇÃO


'...pense alto, com decisão, e creia na força dos pensamentos positivos...'
Pense com determinação. 
O seu pensamento tem grande poder. 
Se você acredita ter saúde firme, o seu pensamento trabalha para ser assim. Se a supõe mediana ou fraca, ele lhe injeta desorientação. O mesmo acontece nas suas crenças sobre paz, alegria, progresso, felicidade. 
Saiba pensar. 
Para realizar-se, ser otimista e progressista, pense alto, com decisão, e creia na força dos pensamentos positivos. Eles são “agentes da felicidade” na sua mente e no seu coração. 
O seu pensar é ilimitado. 
O poder do seu pensamento provém de Deus. 
Lourival Lopes
🔵

__________________________
(Do livro ‘Sabedoria todo dia”, de Lourival Lopes,
Editora Otimismo Ltda, Brasília-DF, 7ª reimpressão,
abril de 2013.Lição 93 [02/04], pág.107.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 07/junho/2017.

terça-feira, 6 de junho de 2017

A VERDADEIRA PROPRIEDADE


"O homem só possui em plena propriedade aquilo que lhe é dado levar deste mundo. Do que encontra ao chegar e deixa ao partir goza ele enquanto aqui permanece. Forçado, porém, que é a abandonar tudo isso, não tem das suas riquezas a posse real, mas, simplesmente, o usufruto.

Que é então o que ele possui?

Nada do que é de uso do corpo; tudo o que é de uso da alma: a inteligência, os conhecimentos, as qualidades morais. Isso o que ele traz e leva consigo, o que ninguém lhe pode arrebatar, o que lhe será de muito mais utilidade no outro mundo do que neste. Depende dele ser mais rico ao partir do que ao chegar, visto como, do que tiver adquirido em bem, resultará a sua posição futura.

Quando alguém vai a um país distante, constitui a sua bagagem de objetos utilizáveis nesse país; não se preocupa com os que ali lhe seriam inúteis. Procedei do mesmo modo com relação à vida futura; aprovisionai-vos de tudo o de que lá vos possais servir. Ao viajante que chega a um albergue, bom alojamento é dado, se o pode pagar. A outro, de parcos recursos, toca um menos agradável. Quanto ao que nada tenha de seu, vai dormir numa enxerga.

O mesmo sucede ao homem à sua chegada no mundo dos Espíritos: depende dos seus haveres o lugar para onde vá. Não será, todavia, com o seu ouro que ele o pagará. Ninguém lhe perguntará: Quanto tinhas na Terra? Que posição ocupavas? Eras príncipe ou operário? Perguntar-lhe-ão: Que trazes contigo? Não se lhe avaliarão os bens, nem os títulos, mas a soma das virtudes que possua.

Ora, sob esse aspecto, pode o operário ser mais rico do que o príncipe. Em vão alegará que antes de partir da Terra pagou a peso de ouro a sua entrada no outro mundo. Responder-lhe-ão: Os lugares aqui não se compram: conquistam-se por meio da prática do bem. Com a moeda terrestre, hás podido comprar campos, casas, palácios; aqui, tudo se paga com as qualidades da alma. És rico dessas qualidades? Sê bem-vindo e vai para um dos lugares da primeira categoria, onde te esperam todas as venturas. És pobre delas? Vai para um dos da última, onde serás tratado de acordo com os teus haveres. – Pascal. (Genebra, 1860.)"🔵
_________________________
De "O Evangelho Segundo o Espiritismo", Cap. XVI, item 9,
Instruções dos Espíritos, 'A verdadeira propriedade'.
131ª ed. 1ª impressão (Edição Histórica) - Brasília: FEB,2013.
Imagem: Cena do filme "Nosso Lar". Acesso em:06/junho/2017.
Destaques e formatação: pelo Editor do Blog.

'BUSCAI E ACHAREIS'

'...Se as almas se fossem todos os dias, para não mais voltarem, a Humanidade se renovaria incessantemente com os elementos primitivos, tendo de fazer tudo, de aprender tudo ...'
"Do ponto de vista terreno, a máxima: Buscai e achareis é análoga a esta outra: Ajuda-te a ti mesmo, que o céu te ajudará.

É o princípio da lei do trabalho e, por conseguinte, da lei do progresso, porquanto o progresso é filho do trabalho, visto que este põe em ação as forças da inteligência.

Na infância da Humanidade, o homem só aplica a inteligência  à cata do alimento, dos meios de se preservar das intempéries e de se defender dos seus inimigos. Deus, porém, lhe deu, a mais do que outorgou ao animal, o desejo incessante do melhor, e é esse desejo que o impele à pesquisa dos meios de melhorar a sua posição, que o leva às descobertas, às invenções, ao aperfeiçoamento da Ciência, porquanto é a Ciência que lhe proporciona o que lhe falta.

Pelas suas pesquisas, inteligência se lhe engrandece, o moral se lhe depura. Às necessidades do corpo sucedem as do espírito: depois do alimento material, precisa ele do alimento espiritual. É assim que o homem passa da selvageria à civilização.

Mas, bem pouca coisa é, imperceptível mesmo, em grande número deles, o progresso que cada um realiza individualmente no curso da vida. Como poderia então progredir a Humanidade, sem a preexistência e a reexistência da alma?

Se as almas se fossem todos os dias, para não mais voltarem, a Humanidade se renovaria incessantemente com os elementos primitivos, tendo de fazer tudo, de aprender tudo.

Não haveria, nesse caso, razão para que o homem se achasse hoje mais adiantado do que nas primeiras idades do mundo, uma vez que a cada nascimento todo o trabalho intelectual teria de recomeçar. Ao contrário, voltando com o progresso que já realizou e adquirindo de cada vez alguma coisa a mais, a alma passa gradualmente da barbárie à civilização material e desta à civilização moral. (Vede: cap. IV, nº 17.)"🔵
________________________
(De "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XXV- item 2)
Imagem: www.google.com . Acesso em: 09/julho/2012.
Formatação atualizada em: 26/maio/2017.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

FALSOS DISCURSOS

Pelo Espírito Emmanuel

'...Muito sangue e muita lágrima tem custado a criação do verbo humano...'

Nunca é demasiado comentar a importância e o caráter sagrado da palavra.

O próprio Evangelho assevera que no princípio era o Verbo, e quem examine atentamente a posição atual do mundo reconhecerá que todas as situações difíceis se originam do poder verbalista mal aplicado.

Falsos discursos enganaram indivíduos, famílias e nações. Acreditaram alguns em promessas vãs, outros em teorias falaciosas, outros, ainda, em perspectivas de liberdade sem obrigações. E raças, agrupamentos e criaturas, identificando a ilusão, atritam-se, mutuamente, procurando a paternidade das culpas.

Muito sangue e muita lágrima tem custado a criação do verbo humano. Impossível, por agora, computar esse preço doloroso ou determinar quanto tempo se fará necessário ao resgate preciso.

No turbilhão de lutas, todavia, o amigo do Cristo pode valer-se do tesouro evangélico, em proveito de sua esfera individual.

Cumprir a palavra do Mestre em nós é o programa divino. Sem a execução desse plano de salvação, os demais serviços sob nossa responsabilidade constituirão sublimada teologia, raciocínios brilhantes, magnífica literatura, muita admiração e respeito do campo inferior do mundo, mas nunca a realização necessária.

Eis o motivo pelo qual é sempre perigoso estacionar, no caminho, a ouvir quem foge à realidade de nossos deveres.🔳
🔹
“E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.” – (Tiago, 1:22.)
🔹
____________________________

(Do livro "Pão Nosso", de Emmanuel, psicografado
por Chico Xavier.Lição 165. 16ª Ed. FEB. 1994.)
Destaques pelo editor do Blog.
Imagem: www.google.com. Acesso em:29/maio/2017. 
Formatação atualizada em: 29/maio/2017.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

VOCABULÁRIO ESPÍRITA

Alguns vocábulos muito utilizados na literatura espírita, que destacamos do Capítulo XXXII, de 'O Livro dos Médiuns', obra da Codificação Kardequiana:
Espírita - O que tem relação com o Espiritismo; adepto do Espiritismo; aquele que crê nas manifestações dos Espíritos. Um bom, um mau espírita; a Doutrina Espírita.

Espiritismo - Doutrina fundada sobre a crença na existência dos Espíritos e em suas manifestações.

Espiritista - Esta palavra, empregada a princípio para designar os adeptos do Espiritismo, não foi consagrada pelo uso; prevaleceu o termo Espírita.

Espírito - No sentido especial da Doutrina Espírita, os Espíritos são os seres inteligentes da criação, que povoam o Universo, fora do mundo material, e constituem o mundo invisível. Não são seres oriundos de uma criação especial, porém, as almas dos que viveram na Terra, ou nas outras esferas, e que deixaram o invólucro corporal.

Espiritualismo - Usa-se em sentido oposto ao de materialismo; crença na existência da alma espiritual e imaterial. O espiritualismo é a base de todas as religiões.

Espiritualista - O que se refere ao espiritualismo; adepto do espiritualismo. É espiritualista aquele que acredita que  em nós nem tudo é matéria, o que de modo algum implica a crença nas manifestações dos Espíritos. Todo Espírita é necessariamente espiritualista; mas, pode-se ser espiritualista sem se ser espírita; o materialista não é uma nem outra coisa. Diz-se: a filosofia espiritualista. - Uma obra escrita segundo as idéias espiritualistas. - As manifestações espíritas são produzidas pela ação dos Espíritos sobre a matéria. - A moral espírita decorre do ensino dado pelos Espíritos. - Há espiritualistas que escarnecem das crenças Espíritas. Nestes exemplos, a substituição da palavra espiritualista pelo termo espírita daria lugar a evidente confusão.

Medianímico - Qualidade da força do médium - Faculdade medianímica.

Médium - (Do latim - medium, meio, intermediário.) - Pessoa que pode servir de intermediária entre os Espíritos e os homens.

Mediunato - Missão providencial dos médiuns. Esta palavra foi criada pelos Espíritos. (Veja-se o Livro dos Médiuns - Capítulo XXXI, comunicação XII.)

Perispírito - (Do grego - peri - em torno.) - Envoltório semimaterial do Espírito. Nos encarnados, serve de intermediário entre o Espírito e a matéria; nos Espíritos não encarnados, constitui o corpo fluídico do Espírito.

Psicofonia - Comunicação dos Espíritos pela voz de um médium falante.

Psicografia - Escrita dos Espíritos pela mão de um médium.

Psicógrafo - (Do grego - psiké, borboleta, alma, e - graphô, escrevo.) – Aquele que faz psicografia; médium escrevente.

Reencarnação - Volta do Espírito à vida corpórea, pluralidade das existências.🔵

--------------------------------------------
 Leia ainda:
Doutrina Espírita - Codificação Kardequiana 
------------------------------------------------------------
Formatação atualizada em:29/maio/2017.

sábado, 27 de maio de 2017

PAZ INDESTRUTÍVEL

Pelo Espírito Emmanuel
'... resguardando a consciência tranquila, terás nos recessos da própria alma a paz de Cristo que ninguém destruirá...'
Na Terra, muitas vezes, terás o coração cercado:

de adversários gratuitos;
de criticas indébitas;
de acusações sem destino;
de pensamentos contraditórios;
de pedras da incompreensão;
de espinhos do sarcasmo;
de ataques e desentendimentos;
de complicações que não fizeste;
de tentações e problemas;
de processos obsessivos;

entretanto, guarda a serenidade e prossegue agindo na extensão do bem, porque, resguardando a consciência tranquila, terás nos recessos da própria alma a paz de Cristo que ninguém destruirá.🔵

E a paz de Deus domina em vossos corações...” 
– PAULO. (Colossenses, 3:15.)
🔹
(XAVIER,Francisco C.Ceifa de luz.Pelo Espírito Emmanuel.
2.ed.3.imp.(Coleção Fonte Viva).Brasília:FEB,2011.cap 61.)
Imagem :www.morguefile.com. Acesso em 06/janeiro/2015.
Formatação atualizada em: 27/maio/2017.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

EM MATÉRIA AFETIVA

Pelo Espírito André Luiz

'...Jamais brinque com os sentimentos do próximo...'
Sempre é forçoso muito cuidado no trato com os problemas afetivos dos outros, porque muitas vezes os outros, nem de leve, pensam naquilo que possamos pensar.
🔹
Os Espíritos adultos sabem que, por enquanto, na Terra, ninguém pode, em sã consciência, traçar a fronteira entre normalidade e anormalidade, nas questões afetivas de sentido profundo.
🔹
Os pregadores de moral rigorista, em assuntos de amor, raramente não caem nas situações que condenam.
🔹
Toda pessoa que lesa outra, nos compromissos do coração, está fatalmente lesando a si própria.
🔹
Respeite as ligações e as separações, entre as pessoas do seu mundo particular, sem estranheza ou censura, de vez que você não lhes conhece as razões e processos de origem.
🔹
As suas necessidades de alma, na essência, são muito diversas das necessidades alheias.
🔹
No que tange a sofrimentos do amor, só Deus sabe onde estão a queda ou a vitória.
🔹
Jamais brinque com os sentimentos do próximo.
🔹
Não assuma deveres afetivos que você não possa ou não queira sustentar.
🔹
Amor, em sua existência, será aquilo que você fizer dele.
🔹
Você receberá, de retorno, tudo o que der aos outros, segundo a lei que nos rege os destinos.
🔹
Ante os erros do amor, se você nunca errou por emoção, imaginação, intenção ou ação, atire a primeira pedra, conforme recomenda Jesus.🔵
________________________________________
(Do livro 'Sinal Verde', pelo Espírito André Luiz, psicografado por Francisco Cândido Xavier-
Uberaba-MG. 57ª reimpressão da ed. original- Comunhão Espírita Cristã. 2011.) Lição nº 37.
Imagem: www.morguefile.com. Acesso: 27/abril/2016.
Formatação atualizada em: 25/maio/2017.

O SERMÃO DO MONTE

Monte das Bem-Aventuranças
“[...] André e Levi escutavam de olhos úmidos os conceitos do Senhor cheios de sublimada emoção. Nesse ínterim, chegaram Tiago, João e Pedro e todo o grupo se dirigiu, alegre, para um dos montes próximos.[...]" 1 
"[...]O crepúsculo descia num deslumbramento de ouro e brisas cariciosas. Ao longo de toda a encosta, acotovelava-se a turba imensa. Muitas centenas de criaturas se aglomeravam ali, afim de ouvirem a palavra do Senhor, dentro da paisagem que se aureolava dos brilhos singulares de todo o horizonte pincelada de luz. Eram velhinhos trêmulos, lavradores simples e generosos, mulheres do povo agarradas aos filhinhos. Entre os mais fortes e sadios, viam-se cegos e crianças doentes, homens maltrapilhos, exibindo as verminas que lhes corroíam as mãos e os pés. Todos se comprimiam ofegantes. Ante os seus olhares felizes, a figura do Mestre surgiu na eminência enfeitada de verdura onde perpassavam brandamente os ventos amigos da tarde. Deixando perceber que se dirigia aos vencidos e sofredores do mundo inteiro e como que esclarecendo o espírito de Levi, que representava a aristocracia intelectual entre os seus discípulos, na sua qualidade de cobrador dos tributos populares, Jesus, pela primeira vez, pregou as bem-aventuranças celestiais. Sua voz caía, como bálsamo eterno, sobre os corações desditosos.[...]” 2 
“[...]Por muito tempo falou do Reino de Deus, onde o amor edificaria maravilhas perenes e sublimadas. Suas promessas pareciam dirigidas ao incomensurável futuro humano. Do alto do monte, soprava um vento leve, em deliciosas vagas de perfume. As brisas da Galiléia se haviam impregnado da virtude poderosa e indestrutível daquelas palavras e, obedecendo a uma determinação superior, iam espalhar-se entre todos os aflitos da Terra.[...]” 3 
As Bem-Aventuranças
Mateus 5:1-12

1 E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;2 E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:3 Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; 4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; 5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; 6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; 7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; 8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; 9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; 10 Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; 11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. 12 Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.🔵
____________________________
Referências:
1 a 3 -“Boa Nova”, pelo Espírito Irmão X [Humberto de Campos],
psicografado por Francisco Cândido Xavier, editado pela Federação Espírita Brasileira.).
Fonte: http://livrosdechicoxavier.blogspot.com.br . Acesso em: 15/abril/2015.
4 - Fonte: Bíblia Online – Almeida Revisada e Corrigida Fiel. Acesso em: 15/abril/2015.
5 - http://iadrn.blogspot.com.br . Acesso em: 15/abril/2015.
Imagens: www.google.com. Acesso em: 15/abril/2015.
Formatação atualizada em: 25/maio/2017.

sábado, 20 de maio de 2017

TEMPO DA REGRA ÁUREA

Pelo Espírito Emmanuel
'...Para que o amor não enlouqueça em paixão e para que a justiça não se desmande em despotismo, agiremos persuadidos de que o tempo da regra áurea, em todas as situações, agora ou no futuro, será sempre hoje...'
Faremos hoje o bem a que aspiramos receber.
Alimentaremos para com os semelhantes o sentimentos que esperamos alimentem eles para conosco.
Pensaremos acerca do próximo somente aquilo que estimamos pense o próximo quanto a nós.
Falaremos as palavras que gostaríamos de ouvir.
Retificaremos em nós tudo o que nos desagrade nos outros.
Respeitaremos a tarefa do companheiro como aguardamos respeito para a responsabilidade que nos pesa nos ombros.
Consideraremos o tempo, o trabalho, a opinião e a família do vizinho tão preciosos quanto os nossos.
Auxiliaremos sem perguntar, lembrando como ficamos felizes ao sermos auxiliados sem que nos dirijam perguntas.
Amparemos as vítimas do mal com a bondade que contamos receber em nossas quedas, sem estimular o mal e sem esquecer a fidelidade à prática do bem.
Trabalharemos e serviremos nos moldes que reclamamos do esforço alheio.
Desculparemos incondicionalmente as ofensas endereçadas no mesmo padrão de confiança dentro do qual aguardamos as desculpas daqueles a quem porventura tenhamos ofendido.
Conservaremos o nosso dever em linha reta e nobre, tanto quanto desejamos retidão e limpeza nas obrigações daqueles que nos cercam.
Usaremos paciência e sinceridade para com os nossos irmãos, na medida com que esperamos de todos eles paciência e sinceridade, junto de nós.
Faremos, enfim, aos outros o que desejamos que os outros nos façam.
Para que o amor não enlouqueça em paixão e para que a justiça não se desmande em despotismo, agiremos persuadidos de que o tempo da regra áurea, em todas as situações, agora ou no futuro, será sempre hoje.🔵
__________________________
(Do livro “Opinião Espírita”. Espíritos Emmanuel e André Luiz. Ditado aos médiuns Chico Xavier e Waldo Vieira. 
7ª Ed. Uberaba-MG. Edição CEC. 1990. Lição 52 [ref. a “O Evangelho Segundo o Espiritismo”,
Cap. XVIII, item 5]. Psicografia de Chico Xavier. págs.171/173.)
Imagem: www.google.com. Acesso em:23/janeiro/2013.
Formatação atualizada em: 20/maio/2017.Destaques do Blog.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

CÂNTICOS DE LOUVOR

Pelo Espírito Meimei
"... Quando encontrarmos uma ave cantando, lembremo-nos, pois, de que do seu coraçãozinho, coberto de penas, está saindo o eterno agradecimento que Deus está ouvindo nos céus..."
Quando a vida começava no mundo, os pássaros sofriam bastante.
Pousavam nas árvores e sabiam voar, mas como haviam de criar os filhotinhos? Isso era muito difícil.

Obrigados a deixar os ovos no chão, viam-se, quase sempre, perseguidos e humilhados.

A chuva resfriava-os e os grandes animais, pisando neles, quebravam-nos sem compaixão.

E as cobras? Essas rastejavam no solo, procurando-os para devorá-los, na presença dos próprios pais, aterrados e trêmulos.

Conta-se que, por isso, as aves se reuniram e rogaram ao Pai Celestial lhes desse o socorro necessário.

Deus ouviu-as e enviou-lhes um anjo que passou a orientá-las na construção do ninho.

Os pássaros não dispunham de mãos; entretanto, o mensageiro inspirou-os a usar os biquinhos e, mostrando-lhes os braços amigos das árvores, ensinou-os a transportar pequeninas migalhas da floresta, ajudando-os a tecer os ninhos no alto.

Os filhotinhos começaram a nascer sem aborrecimentos, e, quando as tempestades apareceram, houve segurança geral.

Reconhecendo que o Pai Celeste havia respondido às suas orações, as aves combinaram entre si cantar todos os dias, em louvor do Santo Nome de Deus.

Por essa razão, há passarinhos que se fazem ouvir pela manhã, outros durante o dia e outros, ainda, no transcurso da noite.

Quando encontrarmos uma ave cantando, lembremo-nos, pois, de que do seu coraçãozinho, coberto de penas, está saindo o eterno agradecimento que Deus está ouvindo nos céus.🔵
_______________________
(Do livro "Pai Nosso" - Lição nº 8 - Espírito Meimei.)
Imagem: www.google.com/ . Acesso em: 15.04.2013.
Formatação atualizada em: 17/maio/2017.
Destaques: pelo editor do Blog.