quarta-feira, 21 de junho de 2017

EFETIVAMENTE


Pelo Espírito André Luiz
Vigiar não é desconfiar.É acender a própria luz, ajudando os que se encontram nas sombras.
🔸 
Defender não é gritar.É prestar mais intenso serviço às causas e às pessoas.
🔸 
Ajudar não é impor.É amparar, substancialmente, sem pruridos de personalismo, para que o beneficiado cresça, se ilumine e seja feliz por si mesmo.
🔸 
Ensinar não é ferir.É orientar o próximo, amorosamente, para o reino da compreensão e da paz.
🔸 
Renovar não é destruir.É respeitar os fundamentos, restaurando as obras para o bem geral.
🔸 
Esclarecer não é discutir.É auxiliar, através do espírito de serviço e da boa vontade, o entendimento daquele que ignora.
🔸 
Amar não é desejar.É compreender sempre, dar de si mesmo, renunciar aos próprios caprichos e sacrificar-se para que a luz divina do verdadeiro amor resplandeça.🔵
_____________________________________
XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz. Lição nº 28. 45.ed. Rio [de Janeiro]:FEB,2012.
Imagem: www. google.com. Acesso em: 13/junho/2017.
Formatação atualizada em: 13/junho/2017.

terça-feira, 20 de junho de 2017

CARÁTER DA REVELAÇÃO ESPÍRITA

Allan Kardec
'...Pelo Espiritismo, o homem sabe donde vem, para onde vai, por que está na Terra, por que sofre temporariamente e vê por toda parte a justiça de Deus ...'
O Espiritismo, partindo das próprias palavras do Cristo, como este partiu das de Moisés, é conseqüência direta da sua doutrina. A idéia vaga da vida futura, acrescenta a revelação da existência do mundo invisível que nos rodela e povoa o espaço, e com isso precisa a crença, dá-lhe um corpo, uma consistência, uma realidade à idéia. Define os laços que unem a alma ao corpo e levanta o véu que ocultava aos homens os mistérios do nascimento e da morte. Pelo Espiritismo, o homem sabe donde vem, para onde vai, por que está na Terra, por que sofre temporariamente e vê por toda parte a justiça de Deus.

Sabe que a alma progride incessantemente, através de uma série de existências sucessivas, até atingir o grau de perfeição que a aproxima de Deus. Sabe que todas as almas, tendo um mesmo ponto de origem, são criadas iguais, com idêntica aptidão para progredir, em virtude do seu livre-arbítrio; que todas são da mesma essência e que não há entre elas diferença, senão quanto ao progresso realizado; que todas têm o mesmo destino e alcançarão a mesma meta, mais ou menos rapidamente, pelo trabalho e boa-vontade.

Sabe que não há criaturas deserdadas, nem mais favorecidas umas do que outras; que Deus a nenhuma criou privilegiada e dispensada do trabalho imposto às outras para progredirem; que não há seres perpetuamente votados ao mal e ao sofrimento; que os que se designam pelo nome de demônios são Espíritos ainda atrasados e imperfeitos, que praticam o mal no espaço, como o praticavam na Terra, mas que se adiantarão e aperfeiçoarão; que os anjos ou Espíritos puros não são seres à parte na criação, mas Espíritos que chegaram à meta, depois de terem percorrido a estrada do progresso; que, por essa forma, não há criações múltiplas, nem diferentes categorias entre os seres inteligentes, mas que toda a criação deriva da grande lei de unidade que rege o Universo e que todos os seres gravitam para um fim comum que é a perfeição, sem que uns sejam favorecidos à custa de outros, visto serem todos filhos das suas próprias obras.🔵

_____________________________________
De "A Gênese", de Allan Kardec, Cap. I, item 30.
Imagem: www.google.com. Acesso em: 24/novembro/2011.
Formatação atualizada em:13/junho/2017.

domingo, 18 de junho de 2017

VIVER É PRECISO!

Reflexões importantes sobre um dos mais graves problemas que assolam a Humanidade: o autoextermínio...
"Uma das mais funestas ilusões da criatura humana é supor que a morte do corpo aniquila a consciência da personalidade.

Julgando que a função intelectual é exclusiva da massa encefálica, e que a Alma ou Espírito não pode existir separadamente do corpo, muitos concluem que cortar o fio da vida material implica em extinguir para sempre a criatura, em dissolver na decomposição tumular todos os sentimentos e idéias que caracterizavam uma personalidade qualquer.

Esse é o terrível engano do suicida." (pág. 11) . "[...] O Espírito não se separa do corpo, porque a ruptura do laço que prende um ao outro só se opera - normalmente - quando o desprendimento se faz sem a arbitrária violência do ato suicida[...]". (pág. 13)🔵
___________________
(Do livro "O Martírio dos Suicidas" -
Almerindo Martins de Castro, págs.11 e 13, ed. FEB,)
Imagem: www.google.com . Acesso em:27/setembro/2011.
Formatação atualizada em: 26.01.2013.
---------------------------------------------------------------------------------
Leitura complementar:
-----------------------------------------------------------------------------------