quinta-feira, 31 de agosto de 2017

6º CONGRESSO BRITÂNICO DE MEDICINA E ESPIRITUALIDADE


6º Congresso Britânico de Medicina e Espiritualidade
promoção da União das Sociedades Espíritas Britânicas (BUSS)

O evento ocorrerá nos dias 11 e 12 de novembro tendo como tema central “O amanhecer da nova era na medicina”.
As palestras e debates estarão a cargo dos conferencistas Jorge Daher, Jim Tucker, Marcelo Saad, Chris Roe, Andrew Powell, Alexander Moreira, Eunice Minford, Decio Iandoli, Peter Fenwick e Sarah Eagger.
Maiores detalhes, acessar: www.medspiritcongress.org ou booking@medspiritcongress.org .
🔵
________________________
Texto e imagem: http://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/
6o-congresso-britanico-de-medicina-e-espiritualidade-7/
Acesso em: 31/agosto/2017.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

ARTE E MISSÃO

Pelo Espírito Emmanuel

'...O artista verdadeiro é sempre o “médium” das belezas eternas...'

"Que é a Arte?" (1) 

- A arte pura é a mais elevada contemplação espiritual por parte das criaturas. Ela significa a mais profunda exteriorização do ideal, a divina manifestação desse “mais além” que polariza as esperanças da alma.

O artista verdadeiro é sempre o “médium” das belezas eternas e o seu trabalho, em todos os tempos, foi tanger as cordas mais vibráteis do sentimento humano, alçando-o da Terra para o Infinito e abrindo, em todos os caminhos, a ânsia dos corações para Deus, nas suas manifestações supremas de beleza, de sabedoria, de paz e de amor."

"Todo artista pode ser também um missionário de Deus?" (2)

- Os artistas, como os chamados sábios do mundo, podem enveredar, igualmente, pelas cristalizações do convencionalismo terrestre, quando nos seus corações não palpite a chama dos ideais divinos, mas, na maioria das vezes, têm sido grandes missionários das idéias, sob a égide do Senhor, em todos os departamentos da atividade que lhes é própria, como a literatura, a música, a pintura, a plástica.

Sempre que a sua arte se desvencilha dos interesses do mundo, transitórios e perecíveis, para considerar tão-somente a luz espiritual que vem do coração uníssono com o cérebro, nas realizações da vida, então o artista é um dos mais devotados missionários de Deus, porquanto saberá penetrar os corações na paz da meditação e do silêncio, alcançando o mais alto sentido da evolução de si mesmo e de seus irmãos em humanidade."🔵
________________________
(1)"O Consolador" - Q. 161; (2)"O Consolador" -  Q. 162.
(Do livro “O Consolador”, ditado pelo Espírito Emmanuel
ao médium Francisco Cândido Xavier.11ª Ed. FEB.1985:
Questões 161 - p.100; e 162 - p.100/101.)
Imagem: www.google.com. Acesso em:09/novembro/2012.
Formatação atualizada em:29/agosto/2017.

domingo, 27 de agosto de 2017

AUXILIA AGORA

Pelo Espírito Emmanuel
'...Enquanto é hoje na Terra para o teu coração, auxilia e ampara sempre aos semelhantes, porque amanhã chegará inevitavelmente o teu dia de tudo restituir a quem tudo te deu...'
Não te esqueças do tempo e auxilia agora.

Lembremo-nos de quantos carregam para o túmulo a dor da frustração, diante do bem que não conseguiram realizar.

Vemo-los, todos os dias, além do sepulcro, à maneira de loucos, suplicando debalde o retrocesso das horas...

Aflitos e desvairados, em muitas ocasiões, recolhem dos próprios lares a herança do egoísmo e das trevas a se lhe derramarem no próprio seio, em forma de maldição no verbo dos filhos insatisfeitos ou dos parentes ingratos que lhes criticam as atitudes.

Contemplam, ensandecidos de angústia, as propriedades que se lhe afiguravam domínio próprio e exclusivo, rolando nas mãos alheias, muita vez pervertidas em suas mais nobres finalidades.

Buscam inutilmente o livro de cheques ou o cofre amoedado de que não mais se utilizarão, vomitando pragas e injúrias.

E, comumente, apenas recebem espanto e azedume dos laços afetivos a que desejariam confiar as próprias mágoas, através dos petitórios inquietantes de socorro e de paz.

Pensa nessas multidões de companheiros nossos que lamentam na sombra os delitos da própria omissão no bem e não olvides semear o amor e a luz, enquanto a bênção do corpo físico te outorga a oportunidade de fazer e o direito de dar.

Não acumules talentos desnecessários, embora seja nosso dever caminhar coma previdência, em todos os passos do roteiro que a Sabedoria Divina nos assinala.

Quanto se te faça possível, distribui com os outros as vantagens da própria senda, espalhando pão e consolo, agasalho e alegria, reconforto e esperança, pois em verdade, diante da vida imperecível, em que todos os patrimônios pertencem a Deus, somente possuímos aquilo que damos, de vez que o reconhecimento e a simpatia são valores que traças e vermes jamais consomem.

Enquanto é hoje na Terra para o teu coração, auxilia e ampara sempre aos semelhantes, porque amanhã chegará inevitavelmente o teu dia de tudo restituir a quem tudo te deu.🔵
______________________________
(Do livro “Pronto Socorro”, do Espírito Emmanuel,
psicografado por Chico Xavier, editado pela Cultura Espírita União. 5ª ed. 1984.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 27/agosto/2017.
Destaques: pelo Editor do Blog.
Formatação atualizada em: 27/agosto/2018.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

NOS EMBATES POLÍTICOS

Pelo Espírito André Luiz
'... A fé nunca será produto para o mercado humano...'
Situar em posição clara e definida as aspirações sociais e os ideais espíritas cristãos, sem confundir os interesses de César com os deveres para com o Senhor.
Só o Espírito possui eternidade.
🔹
Distanciar-se do partidarismo extremado.
Paixão em campo, sombra em torno.
🔹
Em nenhuma oportunidade, transformar a tribuna espírita em palanque de propaganda política, nem mesmo com sutilezas comovedoras em nome da caridade.
O despistamento favorece a dominação do mal.
🔹
Cumprir os deveres de cidadão e eleitor, escolhendo os candidatos aos postos eletivos, segundo os ditames da própria consciência, sem, contudo, enlear-se nas malhas do fanatismo de grei.
O discernimento é caminho para o acerto.
🔹
Repelir acordos políticos que, com o empenho da consciência individual, pretextem defender os princípios doutrinários ou aliciar prestígio social para a Doutrina, em troca de votos ou solidariedade a partidos e candidatos.
O Espiritismo não pactua com interesses puramente terrenos.
🔹
Não comerciar com o voto dos companheiros de Ideal, sobre quem a sua palavra ou cooperação possam exercer alguma influência.
A fé nunca será produto para o mercado humano.
🔹
Por nenhum pretexto, condenar aqueles que se acham investidos com responsabilidades administrativas de interesse público, mas sim orar em favor deles, a fim de que se desincumbam satisfatoriamente dos compromissos assumidos.
Para que o bem se faça, é preciso que o auxílio da prece se contraponha ao látego da crítica.
🔹
Impedir palestras e discussões de ordem política nas sedes das instituições doutrinárias, não olvidando que o serviço de evangelização é tarefa essencial.
A rigor, não há representantes oficiais do Espiritismo em setor algum da política humana.
🔹
“Nenhum servo pode servir a dois senhores.” - Jesus. (LUCAS, 16:13.)
🔵 
____________________________
(Do livro “Conduta Espírita”, ditado pelo Espírito André Luiz
ao médium Waldo Vieira. 13ª Ed. FEB.1987. Lição nº 10. p.46/48.)
Imagem: wwww.google.com. Acesso em: 24/agosto/2017.
Formatação atualizada em:24/agosto/2017.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

POSSES


Joanna de Ângelis
"O verdadeiro possuidor é sempre o melhor doador.
O que se tem, deve-se. Quando se oferece, possui-se.

Na contabilidade da vida, a verdadeira posse apresenta-se como o Bem que se esparze e proporciona alegria, em vez de significar o recurso que se armazena, permanecendo inútil.

A verdadeira doação enriquece aquele que a faz, certamente beneficiando quem a recebe."
🔵
_______________________
(Joanna de Ângelis / Divaldo P. Franco, livro
Momentos de Saúde e de Consciência, 1ª ed. - p 35, editora - LEAL)
Fonte:http://www.mansaodocaminho.com.br/mensagem-do-dia/.
Acesso em:19/fevereiro/2016.
Formatação atualizada em: 24/agosto/2017.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

LA ESPERO


L. ZAMENNHOF.
En la mondon venis nova sento,
Tra la mondo iras forta voko;
Per flugiloj de facila vento
Nun de loko flugu ĝi al loko.

Ne al glavo sangon soifanta
Ĝi la homan tiras familion:
Al la mond’ eterne militanta
Ĝi promesas sanktan harmonion.

Sub la sankta signo de l’espero
Kolektiĝas pacaj batalantoj,
Kaj rapide kreskas la afero
Per laboro de la esperantoj.

Forte staras muroj de miljaroj
Inter la popoloj dividitaj;
Sed dissaltos la obstinaj baroj,
Per la sankta amo disbatitaj.

Sur neŭtrala lingva fundamento,
Komprenante unu la alian,
La popolo faros en konsento
Unu grandan rondon familian.

Nia diligenta kolegaro.
En laboro paca ne laciĝos,
Ĝis la bela sonĝo de l’homaro
Por eterna ben’ efektiviĝos.🔵

Tradução:
A ESPERANÇA — Ao mundo chegou (ou: No mundo surgiu) um sentimento novo, através do mundo passa um forte apelo; nas asas de vento propício voe ele agora de lugar. Não ao gládio sedento de sangue ele arrasta a família humana: ao mundo eternamente em guerra promete ele santa harmonia: Sob o sagrado signo da esperança se reúnem pacíficos batalhadores, e rapidamente cresce a causa mediante o trabalho dos esperantistas (“esperantoj” está aqui por “esperantistoj”; à letra seria: “dos que nutrem esperança”). Fortemente se erguem muros de milênios entre os povos divididos; mas saltarão para todos os lados as obstinadas barreiras, arrasadas pelo santo amor. Sobre fundamento linguístico neutro, compreendendo-se uns aos outros, os povos farão em acordo, um (só) grande círculo familiar. A nossa diligente legião (à letra: o nosso diligente conjunto) de colegas não se cansará no trabalho pacífico, até que o belo sonho da Humanidade se realize para eterna benção.”🔹
________________________________
(De “Esperanto Sem Mestre”. 9ª ed. FEB.1996
“Versão 09.01 (digital) Digitação eletrônica: http://esperanto.brazilo.org MOVI (Voluntários Esperantistas na Internet) Programa MIA AMIKO (Ensino e Divulgação do Esperanto na Internet) Conceito de digitação: toda digitação do Esperanto Sem Mestre foi realizada mantendo-se os textos originais da 9ª edição, que é espelho gráfico da 6ª edição, com correção ortográfica do Português de acordo com as normas em vigência [Acordo de 1990]).
Imagem: www.google.com. Acesso em: 21/agosto/2017.

EM SERGIPE: XII ENJESE - "QUAL O MEU PAPEL?"


“A Juventude e os Pilares do Espiritismo:
qual o meu papel?” 

Este será o tema central do 12º Encontro de Juventudes Espíritas de Sergipe que ocorrerá nos dias 2 e 3 de setembro, promovido pela Federação Espírita do Estado.

Saiba mais no portal da Federativa:
🔷
________________
Fonte: Imagem e texto- Boletim Eletrônico da FEB.
Acesso em: 21/agosto/2017.

domingo, 20 de agosto de 2017

OS SINAIS DA RENOVAÇÃO

Pelo Espírito Neio Lúcio

Ante a assembléia familiar, o Mestre tomou a palavra e falou, persuasivo:

— E quando o Reino Divino estiver às portas dos homens, a alma do mundo estará renovada.

O mais poderoso não será o mais desapiedado e, sim, o que mais ame.

O vencedor não será aquele que guerrear o inimigo exterior até à morte em rios de sangue, mas o que combater a iniquidade e a ignorância, dentro de si mesmo, até à extinção do mal, nos círculos da própria natureza.

O mais eloquente não será o dono do mais belo discurso, mas, sim, o que aliar as palavras santificantes aos próprios atos, elevando o padrão da vida, no lugar onde estiver.

O mais nobre não será o detentor do maior número de títulos que lhe conferem a transitória dominação em propriedades efêmeras da Terra, mas aquele que acumular, mais intensamente, os créditos do amor e da gratidão nos corações das mães e das crianças, dos velhos e dos enfermos, dos homens leais e honestos, operosos e dignos, humildes e generosos.

O mais respeitável não será o dispensador de ouro e poder armado e, sim, o de melhor coração.

O mais santo não será o que se isola em altares do supremo orgulho espiritual, evitando o contacto dos que padecem, por temer a degradação e a imundície, mas sim, aquele que descer da própria grandeza, estendendo mãos fraternas aos miseráveis e sofredores, elevando-lhes a alma dilacerada aos planos da alegria e do entendimento.

O mais puro não será o que foge ao intercâmbio com os maus e criminosos confessos, mas aquele que se mergulha no lodo para salvar os irmãos decaídos, sem contaminar-se.

O mais sábio não será o possuidor de mais livros e teorias, mas justamente aquele que, embora saiba pouco, procura acender uma luz nas sombras que ainda envolvem o irmão mais próximo...

O Amigo Divino pousou os olhos lúcidos na noite clara que resplandecia, lá fora, em pleno coração da Natureza, fez longo intervalo e acentuou:
Nessa época sublime, os homens não se ausentarão do lar em combate aos próprios irmãos, por exigências de conquista ou pelo ódio de raça, em tempestades de lágrimas e sangue, porquanto estarão guerreando as trevas da ignorância, as chagas da enfermidade, as angústias da fome e as torturas morais de todos os matizes... Quando o arado substituir o carro suntuoso dos triunfadores, nas exibições públicas de grandeza coletiva; quando o livro edificante absorver o lugar da espada no espírito do povo; quando a bondade e a sabedoria presidirem às competições das criaturas para que os bons sejam venerados; quando o sacrifício pessoal em proveito de todos constituir a honra legítima da individualidade, a fim de que a paz e o amor não se percam, dentro da vida — então uma Nova Humanidade estará no berço luminoso do Divino Reino...
Nesse ponto, a palavra doce e soberana fez branda pausa e, lá fora, na tepidez da noite suave, as estrelas fulgentes, a cintilarem no alto, pareciam saudar essa era distante...🔵
__________________________
(Do livro "Jesus no Lar", pelo Espírito Neio Lúcio;
psicografado por Chico Xavier. - 36. ed. - Rio de Janeiro:
Federação Espírita Brasileira, 2008.Lição nº 24.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 25/outubro/2017.
Formatação atualizada em: 20/agosto/2017.
Destaques: pelo Editor do Blog.

ANSEIO DE AMOR

Pelo Espírito Maria Dolores

Quando me vi, depois da morte,
Em sublime transporte,
E reclamei contra a fogueira
Que me havia calcinado a vida inteira
Pela sede de amor ...
Quando aleguei que fora, em toda estrada,
Folha ao vento,
Andorinha esmagada
Sob o trator ao sofrimento....
Quando exaltei a minha dor,
Mágoa de quem amara sempre em vão,
Farta de incompreensão...
Alguém chegou, junto de mim,
E disse assim:
— Maria Dolores,
Você que vem do mundo,
E se diz
Tão cansada e infeliz,
Que notícias me dá do vale fundo
De provação,
Onde a criatura de tanto padecer
Não consegue saber
Se sofre ou não?
Você que diz trazer o seio morto,
Que me pode falar
Dos meninos sem pão e sem conforto,
Das mulheres sem lar,
Dos enfermos sozinhos,
Que a febre e a fome esmagam nos caminhos,
Sem sequer um lençol ou a bênção de uma prece,
Dando graças a Deus, quando a morte aparece?!..
Você, Maria Dolores,
Que afirma haver amado tanto
E que deve ter visto
O sacrifício e o pranto
De quem clama por Cristo,
Suplicando o carinho que não tem,
Que me pode contar daquelas outras dores,
Daquelas outras aflições
Dos que choram trancados em manicômios e prisões,
Buscando amor, pedindo amor,
Exaustos de tristeza e de amargura,
Como feras na grade,
Morrendo de secura,
De solidão, de angústia e de saudade?!...
Bem-querer!... Bem-querer!...
Ai de mim, que nada pude responder!
Que tortura, meu Deus, a verdade, no Além!...
Calei-me, envergonhada...
Eu apenas quisera ser amada,
Não amara a ninguém...
🔵
___________________________________
(Do livro “Antologia da Espiritualidade” (1971),
ditado pelo Espírito Maria Dolores, psicografado
por Francisco Cândido Xavier.
Acesso em: 01/novembro/2015).
Imagem: www.google.com. Acesso em: 01/novembro/2015.

sábado, 19 de agosto de 2017

ANJOS GUARDIÃES E ESPÍRITOS PROTETORES

"Todos temos, ligado a nós, desde o nosso nascimento, um Espírito bom, que nos tomou sob a sua proteção. Desempenha, junto de nós, a missão de um pai para com seu filho: a de nos conduzir pelo caminho do bem e do progresso, através das provações da vida. Sente-se feliz, quando correspondemos à sua solicitude; sofre, quando nos vê sucumbir.

Seu nome pouco importa, pois bem pode dar-se que não tenha nome conhecido na Terra. Invocamo-lo, então, como nosso anjo guardião, nosso bom gênio. Podemos mesmo invocá-lo sob o nome de qualquer Espírito superior, que mais viva e particular simpatia nos inspire.

Além do anjo guardião, que é sempre um Espírito superior, temos Espíritos protetores que, embora menos elevados, não são menos bons e magnânimos. Contamo-los entre amigos ou parentes, ou, até, entre pessoas que não conhecemos na existência atual. Eles nos assistem com seus conselhos e, não raro, intervindo nos atos da nossa vida.

Espíritos simpáticos são os que se nos ligam por uma certa analogia de gostos e pendores. Podem ser bons ou maus, conforme a natureza das inclinações nossas que os atraiam.

Os Espíritos sedutores se esforçam por nos afastar das veredas do bem, sugerindo-nos maus pensamentos. Aproveitam-se de todas as nossas fraquezas, como de outras tantas portas abertas, que lhes facultam acesso à nossa alma. Alguns há que se nos aferram, como a uma presa, mas que se afastam, reconhecendo-se impotentes para lutar contra a nossa vontade.

Deus, em nosso anjo guardião, nos deu um guia principal e superior e, nos Espíritos protetores e familiares, guias secundários. Fora erro, porém, acreditarmos que forçosamente, temos um mau gênio ao nosso lado, para contrabalançar as boas influências que sobre nós se exerçam. Os maus Espíritos acorrem voluntariamente, desde que achem meio de assumir predomínio sobre nós, ou pela nossa fraqueza, ou pela negligência que ponhamos em seguir as inspirações dos bons Espíritos. Somos nós, portanto, que os atraímos. Resulta desse fato que jamais nos encontramos privados da assistência dos bons Espíritos e que de nós depende o afastamento dos maus. Sendo, por suas imperfeições, a causa primária das misérias que o afligem, o homem é, as mais das vezes, o seu próprio mau gênio. (Cap. V, item 4.)

A prece aos anjos guardiães e aos Espíritos protetores deve ter por objeto solicitar-lhes a intercessão junto de Deus, pedir-lhes a força de resistir às más sugestões e que nos assistam nas contingências da vida."🔵

____________________________________________________
De“Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec,
Capítulo XXVIII  ̶  II- Preces por aquele mesmo que ora aos
Anjos guardiães e aos Espíritos protetores  ̶̶̶ 
11. Prefácio. 131ª ed. FEB. Pág.337/338.”
Imagem: www. google.com. Acesso em: 18/agosto/2017.
Destaques: do Autor.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

ESPERANÇA


Pelo Espírito Emmanuel

'...mas ninguém na Terra está impedido de espalhar os benefícios da esperança...'

A esperança é a luz do cristão.

Nem todos conseguem, por enquanto, o vôo sublime da fé, mas a força da esperança é tesouro comum.

Nem todos podem oferecer, quando querem, o pão do corpo e a lição espiritual, mas ninguém na Terra está impedido de espalhar os benefícios da esperança.

A dor costuma agitar os que se encontram no "vale da sombra e da morte", onde o medo estabelece atritos e onde a aflição percebe o "ranger de dentes", nas "trevas exteriores", mas existe a luz interior que é a esperança.

A negação humana declara falências, lavra atestados de impossibilidade, traça inextricáveis labirintos, no entanto, a esperança vem de cima, à maneira do Sol que ilumina do alto e alimenta as sementeiras novas, desperta propósitos diferentes, cria modificações redentoras e descerra visões mais altas.

A noite espera o dia, a flor o fruto, o verme o porvir... O homem, ainda mesmo que se mergulhe na descrença ou na dúvida, na lágrima ou na dilaceração, será socorrido por Deus com a indicação do futuro.

Jesus, na condição de Mestre Divino, sabe que os aprendizes nem sempre poderão acertar inteiramente, que os erros são próprios da escola evolutiva e, por isto mesmo, a esperança é um dos cânticos sublimes do seu Evangelho de Amor.

Imensas têm sido, até hoje, as nossas quedas, mas a confiança do Cristo é sempre maior. Não nos percamos em lamentações. Todo momento é instante de ouvir Aquele que pronunciou o "Vinde a mim ..."

Levantemo-nos e prossigamos, convictos de que o Senhor nos ofereceu a luz da esperança, a fim de acendermos em nós mesmos a luz da santificação espiritual.🔵

"Porque tudo que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança."
Paulo. (ROMANOS, 15:4.)
🔹
_______________________________
(Do livro "Vinha de Luz", de Emmanuel, psicografado por
Francisco Cândido Xavier, lição nº 75, Ed. FEB.)
Imagem: http://www.morguefile.com/ Acesso em: 03/maio/2011.
Destaques: pelo Editor  do Blog.
Formatação atualizada em: 04/julho/2017.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

SINAIS

Pelo Espírito André Luiz

'...Suas opiniões revelam o verdadeiro lugar que você ocupa no mundo...'

Sua conversação dirá das diretrizes que você escolheu na vida.
Suas decisões, nas horas graves, identificam a posição real de seu espírito.
Seus gestos, na luta comum, falam de seu clima interior.
Seus impulsos definem a zona mental em que você prefere movimentar-se.
Seus pensamentos revelam suas companhias espirituais.
Suas leituras definem os seus sentimentos.
Seu trato pessoal com os outros esclarece até que ponto você tem progredido.
Suas solicitações lançam luz sobre os seus objetivos.
Suas opiniões revelam o verdadeiro lugar que você ocupa no mundo.
Seus dias são marcas no caminho evolutivo. Não se esqueça de que compactas assembléias de companheiros encarnados e desencarnados conhecem-lhe a personalidade e seguem-lhe a trajetória pelos sinais que você está fazendo.🔵
 _______________________
Do livro "Agenda Cristã", ditado pelo Espírito André Luiz,
psicografado por Francisco Cândido Xavier,editado pela FEB.
Disponível em: www.oconsolador.com.br. Acesso em: 24/maio/2015.
Imagem: www.google.com. Acesso em: 24/maio/2015.
Formatação atualizada em: 11/agosto/2018.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

EXISTÊNCIA DE DEUS

Pelo Espírito Emmanuel

Conta-se que um velho árabe orava com tanto fervor e com tanto carinho, cada noite, que, certa vez, o rico chefe de grande caravana cha­mou-o à sua presença e lhe perguntou:
- Por que oras com tanta fé? Como sabes que Deus existe, quando nem ao menos sabes ler?
O crente fiel respondeu:
- Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dele.
Como assim? — indagou o chefe, admirado.
O servo humilde explicou-se:
Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu?
- Pela letra.
Quando o senhor recebe uma jóia, como é que se informa quanto ao autor dela?
Pela marca do ourives.
O empregado sorriu e acrescentou:
- Quando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe, depois, se foi um carneiro, um cavalo ou um boi?
Pelos rastros — res­pondeu o chefe, surpreen­dido.
Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a Lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou, respei­toso:
- Senhor, aqueles si­nais, lá em cima, não po­dem ser dos homens!
Nesse momento, o orgu­lhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos, ajoelhou-se na areia e começou a orar também.🔵
_________________________________________
(Do livro "Pai Nosso", de Emmanuel,psicografado por Chico Xavier. Lição n° 2.)
Imagem: www.google.com. Acesso em: 23/novembro/2011.
Formatação atualizada em: 09/agosto/2017.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

DOAÇÃO E NÓS

Pelo Espírito Emmanuel
'...Todos somos tão-somente usufrutuários dos bens da vida, os quais, no fundo, pertencem unicamente ao Senhor do Universo, que no-los conserva nas mãos, segundo o proveito e o rendimento que lhes venhamos a imprimir...'
Deus te deu a ciência, a fim de que a estendas, em benefício de nossos irmãos, com tal devotamento que a ignorância jamais consiga entenebrecer os caminhos da humanidade.
Deus te deu o discernimento, para que o teu concurso verbal ajude a compreensão dos que te ouvem, de tal modo que a tua presença, seja onde for, venha a se constituir em luz que dissipe a sombra do desequilíbrio e o nevoeiro da discórdia.
Deus te deu a autoridade, a fim de que exerças a justiça com misericórdia, de tal maneira que a compaixão não desapareça do mundo, sob as rajadas da violência.
Deus te deu a fortuna para que o teu dinheiro se faça coluna do trabalho e da beneficência, com tal abnegação que a penúria jamais aniquile os nossos companheiros ainda felizes, nas trilhas da provação e do desespero.
Deus constantemente algo te dá, entretanto só conservarás e multiplicarás os talentos recebidos através das doações que fizeres.
Todos somos tão-somente usufrutuários dos bens da vida, os quais, no fundo, pertencem unicamente ao Senhor do Universo, que no-los conserva nas mãos, segundo o proveito e o rendimento que lhes venhamos a imprimir.
“Daí e dar-se-vos-à” – afirmou Jesus.
Isso, na essência, quer dizer: Deus te dá para que dês.🔵

"Dai e dar-se-vos-á...” – JESUS. (Lucas, 6:38.)
🔹
_________________________
(XAVIER,Francisco C.Ceifa de luz.Pelo Espírito Emmanuel.
2.ed.3.imp.(Coleção Fonte Viva).Brasília:FEB,2011.cap 57.)
Imagem: www.googe.com. Acesso em:16/janeiro/2016.
Destaques: pelo Editor do Blog.
Formatação atualizada em: 08/agosto/2017.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

CONFIANDO

Pelo Espírito Emmanuel

'...Assim também, confiando nos ensinamentos do Cristo e praticando-os como se faz necessário, a criatura edificará a sua própria felicidade; entretanto, qual acontece ao foguete, á televisão, á vacina, à escola e ao automóvel, que funcionam, seguindo os princípios em que se baseiam, a fim de oferecerem os frutos preciosos, no auxílio ao homem, a fé nas lições de Jesus só vale se for usada.' 


Tendo fé nas descobertas e nas observações conjugadas de físicos, astrônomos e matemáticos, o homem construiu o foguete com que explora vitoriosamente o espaço cósmico;

tendo fé nas ondas eletromagnéticas, formou as bases da televisão que hoje transmite a palavra e a imagem a longas distâncias, simultaneamente, em todas as direções;

tendo fé nos processos imunológicos, iniciados e desenvolvidos por ele mesmo, criou a vacina, liquidando o problema das moléstias contagiosas que, de tempos a tempos, dizimavam milhares de existências no mundo;

tendo fé na escola, dividiu-a em setores múltiplos e estabeleceu cursos específicos, de modo a servir às criaturas, da infância à madureza, afastando a Humanidade dos prejuízos da insipiência e do flagelo da ignorância;

tendo fé no motor, inventou o automóvel em que se transporta, a vontade, de região para região, atendendo aos próprios interesses com inestimável ganho de tempo.
   
Assim também, confiando nos ensinamentos do Cristo e praticando-os como se faz necessário, a criatura edificará a sua própria felicidade; entretanto, qual acontece ao foguete, á televisão, á vacina, à escola e ao automóvel, que funcionam, seguindo os princípios em que se baseiam, a fim de oferecerem os frutos preciosos, no auxílio ao homem, a fé nas lições de Jesus só vale se for usada.🔵

'...Tende fé em Deus.'– JESUS. (Marcos, 11:22.)
______________________
(XAVIER,Francisco C.Ceifa de luz.Pelo Espírito Emmanuel.
2.ed.3.imp.(Coleção Fonte Viva).Brasília:FEB,2011.cap 53.)
Imagem: www.morguefile.com. Acesso em:06/janeiro/2015.
Destaques: pelo editor do Blog.
Formatação atualizada em: 04/agosto/2017.