domingo, 10 de agosto de 2014

O PILOTO

O homem observou o menino sozinho na sala de espera do aeroporto aguardando seu voo. Quando o embarque começou, o menino foi colocado na frente da fila, para entrar e encontrar seu assento antes dos adultos.

Ao entrar no avião, o homem viu que o menino estava sentado ao lado de sua poltrona. O menino foi cortês quando puxou conversa com ele e, em seguida, começou a passar o tempo colorindo um livro. Não demonstrava ansiedade ou preocupação com o voo enquanto as preparações para a decolagem estavam sendo feitas.

Durante o voo, o avião entrou numa tempestade muito forte, o que fez que ele balançasse como uma pena ao vento. A turbulência e as sacudidas bruscas assustaram alguns passageiros. Mas o menino parecia encarar tudo com a maior naturalidade. Uma das passageiras, sentada do outro lado do corredor, ficou preocupada com aquilo tudo e perguntou ao menino:

- Você não está com medo?

- Não senhora, não tenho medo, ele respondeu, levantando os olhos rapidamente de seu livro de colorir.

- Meu pai é o piloto!

Existem situações em nossa vida que lembram um avião passando por uma forte tempestade. Por mais que tentemos, não conseguimos nos sentir em terra firme. Temos a sensação de que estamos pendurados no ar, sem nada a nos sustentar, a nos segurar, em que nos apoiarmos, e que nos sirva de socorro. Nessas horas, devemos lembrar, com serenidade e confiança, que: nosso “Pai” é o Piloto!
*  *  *
(Do livro "Silent Strength for My Life", de Loyde John Ogilvie.)
Imagem: Ria Ellwanger. 
Formatação e dados de autoria atualizados em 10.08.2014. 

4 comentários:

  1. É IMPRESSIONANTE COMO AINDA NÃO TEMOS A FÉ SUFICIENTEMENTE FORTE PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES;AINDA SOMOS INFANTIS E DEMORAMOS A PERCEBER E DAR O COMANDO MENTAL,DE QUE DEUS É A FORÇA SOBERANA,CAUSA PRIMÁRIA DE TODAS AS COISAS,QUER QUEIRAMOS OU NÃO;CONSTANTEMENTE VEMOS,PESSOAS SIMPLES NOS SURPREENDENDO COM ESSA FÉ" MAIOR QUE UM GRÃO DE MOSTARDA "E OPERANDO PRODÍGIOS AOS QUAIS NOS SURPREENDEM...

    ResponderExcluir
  2. Prezado Leitor(a)

    Muitíssimo obrigado pela valorosa colaboração.

    Muita Paz!

    Francisco

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigado pelo comentário, que recebo como incentivo.
      Muita Paz!
      Francisco.

      Excluir