domingo, 5 de setembro de 2010

PENSEMOS BEM




Enviado por Sérgio Macedo Ferreira



“Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento, inclusive a dor. Nossa compreensão do universo ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja em nossa vida”.

Essa frase encerra em si uma concepção profunda e altamente consciente das limitações do ser humano. Sinceramente, eu acredito que o mais sábio dos sábios, entre nós, ainda está muito, muito aquém de conhecer sequer a sua própria existência.

Lamentar-se, queixar-se, julgar e sentenciar alguém ou algum fato, é tão errado quanto admitir que realmente sabemos algo do que está acontecendo. Sim, meus amigos, a bandeira maior de um filósofo, o seu ponto de partida, sem dúvida, consiste na consciência de que ele muito pouco sabe sobre o saber.

Só vestido com essa roupagem, despido do orgulho intelectual, pode-se evitar uma série enorme de constrangimento e seu consequente sofrimento.

O simples fato de não aceitarmos um fato, de não o entender, provoca-nos imediata revolta e descontentamento. Então, como nos achamos sempre perfeitos, saímos à caça dos culpados por tudo o que não está em conformidade com os nossos planos. E, como tem que existir sempre um culpado, acabamos elegendo um, e, quando não o localizamos aqui na terra, chegamos até mesmo a culpar o nosso Criador pelo inescrupuloso destino que nos foi dado.

Agora, o fato de aceitarmos que não entendemos nada, que não conhecemos nada sobre tudo, não nos permite sairmos julgando, pelo menos precipitadamente, qualquer fato ou pessoa.Essa atitude, sem dúvida, evita uma série de situações e sentimentos negativos, que só tendem a nos prejudicar.

Assim, pensemos bem antes de julgarmos qualquer coisa, qualquer pessoa, qualquer situação. É melhor, sem dúvida, aceitar tudo o que a Natureza nos impõe, pois ela - só ela -sabe perfeitamente o que precisamos vivenciar no dia de hoje.

Imagem:  http://www.google.com/ .
Acesso em: 06/agosto/10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário